Notícia

Mais de 50 pessoas participam de programa 'Cidades Inteligentes'

Por meio do programa, representantes da iniciativa privada, membros do Executivo e Legislativo, servidores públicos e outros cidadãos estão traçando estratégias para que o município seja mais humano, eficiente, sustentável e inteligente


Compartilhe:

Hoje e amanhã serão dias decisivos para o futuro de Arcos. Cerca de 50 pessoas estão reunidas no prédio do IFMG, discutindo ações e projetos que vão transformar Arcos em uma cidade ideal para se viver, com desenvolvimento sustentável, acessibilidade, inclusão, tecnologia e tudo mais o que for necessário para garantir que a população tenha qualidade de vida.

O Governo Municipal, gestão 2021-2024, aderiu ao programa CHESI (sigla de: Cidades Humanas, Eficientes, Sustentáveis, Inteligentes), do Instituto Smart Citizen, com o objetivo de transformar Arcos em uma ‘Cidade Inteligente’.

O Smart Citizen é referência nesta metodologia e contribui com os municípios que, a exemplo de Arcos, estão focados na criação de políticas públicas que gerem transformação positiva na realidade. O programa foi apresentado ao Governo pela ex-vereadora Marlene Rodrigues e, imediatamente acatado, pelo importante papel que ele vai desempenhar em prol do progresso da cidade.

No dia 29 de outubro passado, houve uma reunião com representantes da Smart Citizen, o prefeito Claudenir José de Melo e secretários municipais. Na oportunidade, os membros do Executivo Municipal puderam conhecer a metodologia do programa e foram informados sobre a promoção do Workshop iniciado hoje (2).

Desde então, 50 representantes da sociedade foram convidados a atuarem como ‘agentes de transformação’, participando ativamente do projeto.

Já pela manhã, eles iniciaram os trabalhos. Dentre eles, o de detectar o perfil da cidade que a população tem hoje e, então, definir as características da cidade ideal. “Juntos, nós vamos criar projetos de curto, médio e longo prazo para deixar Arcos mais humana, sustentável, inteligente e eficiente”, explicou a CEO da Smart Citizen, Grazielle Carvalho.

Presente à abertura do Workshop, o prefeito Claudenir José de Melo defendeu que Arcos só tem a ganhar com o projeto. “Estou muito feliz em ver a disponibilidade de todos vocês em fazer com que Arcos se torne uma ‘Cidade Inteligente’. Nosso foco sempre será o desenvolvimento humano, e nosso trabalho, enquanto representantes do Executivo, sempre será o de servir as pessoas”.

 

CIDADES INTELIGENTES

O programa Cidades Inteligentes é uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), envolvendo 193 países. Existe hoje um fundo com cerca de 22 trilhões de dólares para financiarem ações de melhorias nos municípios que se adequarem a todas as iniciativas do projeto. A principal delas é o planejamento, em que, o primeiro passo está sendo dado por meio do Workshop.

Desta forma, Arcos poderá se beneficiar com tais recursos.

COMENTÁRIOS