Notícia

Quem é Silvana Barbosa, a primeira pessoa vacinada contra o COVID-19 em Arcos?

CORONAVAC é  a esperança  de dias melhores! Eu acredito, acredite também!


Compartilhe:

Nesta quarta-feira (20), a equipe do Portal Arcos entrevistou a arcoense Silvana Barbosa, a primeira pessoa de Arcos-MG, a receber a primeira dose da vacina CORONAVAC, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan a fim de proteger a humanidade na luta contra o COVID-19.

 

As 101 doses da Coronavac chegaram a Arcos na tarde desta terça-feira (19), data em que a técnica em enfermagem Silvana, foi vacinada pela enfermeira Ângela Margarete, responsável técnica pela imunização no município.


Conversamos com Silvana para conhecer mais sobre quem é ela, nossa primeira arcoense a ser vacinada! E na oportunidade conhecermos mais sobre a realidade e o cotidiano de sua profissão em meio a quase um ano enfrentando a pandemia na linha de frente em Arcos.

 

Quem é a Silvana Barbosa? A primeira arcoense a ser vacinada contra a COVID-19?

“Tenho 36 anos, duas filhas,  Formação Técnica  em Enfermagem desde 2014 pelo Dominus Educação, um ano e sete meses exercendo a profissão no Hospital Municipal São  José e estando diretamente na área  do Covid 19 a mais de 5 meses cuidando dos pacientes com suspeitas e  positivos  de  Covid 19.”


Silvana, como é ser a primeira pessoa a ser vacina contra a COVID-19 em Arcos?

“Foi uma surpresa para mim ser escolhida para tomar a primeira  dose da vacina, senti uma emoção muito grande por ver nesta vacina a oportunidade para que todos nós possamos não  desenvolver a doença ou  reduzir o agravamento dela. Vejo como o reconhecimento do trabalho prestado aos pacientes com Covid 19.”


Você estando em linha de frente em combate ao Coronavírus neste quase um ano em pandemia, depois de ver tantas situações difíceis, qual a sensação?

“A sensação  é  de esperança, que esta primeira dose ministrada 19/01/21, significa para mim o início  do fim da pandemia. Aos poucos a vacina chegará  a todos para que teremos uma diminuição da transmissão  do vírus, também o não  agravamento de pacientes q possam evoluir para UTI e  reduzir e acabar com  os  óbitos  por Covid 19. Tenho fé  que chegará  em pouco tempo para toda a população!”

 

Como foi para você este longo período enfrentando ao lado dos pacientes e vítimas do COVID-19, tendo sua família em casa, suas filhas, vendo sua rotina e a do mundo toda sendo transformada pelo vírus?

“Este longo período não são  e não foram fáceis para nós profissionais da linha de frente em combate ao Covid-19, é  muito sofrimento para quem está  com a doença e também  para os familiares, muito medo de evoluir para a intubaçao  e vir a óbito e de ter transmitido também para seus familiares, a "solidão " o paciente isolado sem poder ter um familiar próximo  para lhe dar força e cuidar. Várias  vezes me sentia triste por ver tanto sofrimento mais com a certeza de ter feito o melhor atendimento e cuidados com os pacientes juntamente com toda a nossa equipe. Tive desde o começo  o apoio principalmente das minhas filhas e também  de meus familiares que sabem da gravidade da doença, mas ao mesmo tempo sabem que é a minha profissão e de muitos outros companheiros que estão  se dedicando ao máximo  para cuidar de todos. Todos tivemos nossa rotina mudada com uso de máscaras, restrições,  evitando aglomeração e tendo mais cuidado com a higienização das mãos, foi um começo  difícil  até  adaptarmos porém  hoje é nossa rotina.”


No momento após a vacina, qual o sentimento de saber que toda a vida esta sendo mudada pela ciência?

“O sentimento é  de alegria gratidão e esperança, como não  se alegrar em ver o mundo todo unido em uma só causa?! A vacina. Que tanto os cientistas se empenharam em ter uma vacina e conseguiram em um curto tempo.”


Qual a sensação agora após a primeira dose da Coronavac e quais suas expectativas?


“É  a melhor sensação possível, por ter a certeza que o início  para controle e erradicação  do vírus. A minhas expectativas são  de que a vacina possa vir para todos, para podermos viver tranquilos e sem medo.”

 

Qual a mensagem que você deixa para todos os arcoenses sobre a CORONAVAC?

“A mensagem que quero deixar a todos é que não  tenham medo da vacina ela veio para acabar com o sofrimento, medo e angústias  de todos nós! Tomem a vacina assim que possível para o seu próprio  bem e de todos os seus familiares. Até  a vacina ser para todos que continuem os cuidados evitando aglomerações, continuem com o uso de máscaras e higienização  das mãos para o bem de todos. Nós  profissionais de saúde  cuidamos de vocês cuidem-se também  e de seus próximos  assim estaremos contribuindo para o bem comum que é  a Vida. CORONAVAC é  a esperança  de dias melhores! Eu acredito, acredite também! Com Fé  venceremos!”


Em Arcos após quase um ano enfrentando as dificuldades diárias e as mudanças radicais que a pandemia nos trouxe, os números já chegam a quase 1500 casos positivos registrados, 17 histórias foram colocadas um fim pelo COVID-19, dezessete famílias que perderam seus entes queridos no município. Somos o segundo estado do Brasil com maior número de infectados pelo COVID-19. No Brasil ultrapassamos mais de  8,5 milhões de casos notificados até a data atual (20). Até ontem (19) 211.511 vidas de brasileiros foram perdidas nessa batalha, dados lamentáveis, que mostram a gravidade do problema que enfrentamos! 


No último domingo (17) a Anvisa aprovou o uso emergencial das vacinas CoronaVac e AstraZeneca no Brasil, produzida pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, e AstraZeneca, desenvolvida pela Universidade de Oxford com a Fiocruz. Os dois imunizantes são os primeiros aprovados no país no combate à covid-19. Nesta data comemoramos um passo de muitos que iremos dar contra o COVID-19, comemoramos a ciência, os esforços dos cientistas, e agradecemos a comissão de linha de frente em enfrentamento ao COVID-19, um dia histórico que certamente entrou para história do Brasil. E consequentemente ontem (19), também se tornou um dis histórico para nossa cidade de Arcos-MG, as vacinas chegando em solo arcoense, a primeira pessoa vacinada, uma guerreira na linha de frente na batalha contra o COVID-19.

COMENTÁRIOS

Veja outras notícias