Notícia

Arcos 24 Janeiro 2020

Estudante arcoense embarca para intercâmbio na França por meio de processo seletivo do IFMG de Bambuí

Eduardo Goulart de 21 anos recebeu a oportunidade por meio da educação de viver 7 meses em território francês levando a cultura brasileiro para o país


Compartilhe:

   Eduardo Goulart é um arcoense de 21 anos que está a caminho de descobrir o exterior por meio da educação, o jovem cursa o sétimo período de Ciências Biológicas no Instituto Federal de Minas Gerais da cidade de Bambuí e recebeu a oportunidade por meio de um processo seletivo aberto pelo instituto.

 

   Eduardo foi selecionado para um serviço Cívico na França, e passará 7 meses no país em uma instituição de ensino, promovendo projetos culturais, levando a tradição e os costumes brasileiros para o território francês. O jovem participará de oficinas culturais para conhecer sobre a cultura francesa e irá trabalhar em setores da instituição que fará parte recebendo uma bolsa em dinheiro paga pelo governo da França.

 

    O processo seletivo ocorreu em três partes: Pela avaliação do currículo Lattes, prova de inglês oral e escrita e a entrevista com psicóloga e professores da comissão internacional do Instituto  Federal, e ele conseguiu passar por todas as etapas com sucesso, resultando assim na oportunidade de por meio da educação fazer um intercâmbio.

 

    Desde que Eduardo recebeu o resultado do processo seletivo promoveu formas para arrecadar a quantia para poder embarcar, vendendo coxinhas, brigadeiros e fazendo rifas, usando de suas habilidades culinárias uma oportunidade para juntar o valor necessário, estratégia que deu certo e resulto no embarque do jovem no próximo dia (27).

 

    Na França, Eduardo irá trabalhar com cavalos e lecionar mini cursos de português, atividade que envolve a licenciatura, que é o ramo de ciências biológicas que cursa no IFMG de Bambuí. Em entrevista perguntamos a ele o que espera de seu desenvolvimento pessoal e profissional no intercâmbio na França e o mesmo nos ressaltou a incrível oportunidade, que pode gerar para o mesmo mais chances profissionais no Brasil e no exterior também. Eduardo destacou que deseja voltar para o Brasil daqui sete meses com uma bagagem cheia de experiências, com vivencias positivas que possam agregar para o acréscimo em seu currículo.

 

    O propósito de Eduardo em terras francesas é aproveitar ao máximo a oportunidade que teve e conquistou, agregando conhecimentos para si no ramo cultural, educacional, gastronômico e musical, em conversa com o jovem o mesmo nos citou ainda “Pretendo levar para os franceses o nosso querido brigadeiro, a coxinha de frango, o marco no cenário musical brasileiro, o samba, axé, e MBP, além de outras características de nossa tradição! E espero trazer novos conhecimentos tanto científicos quanto culturais para o Brasil”.

 

    Eduardo segue para seu destino na França e registramos aqui mais uma inspiração arcoense, que leva um pouco de nossa cidade para as terras francesas.

COMENTÁRIOS

Veja outras notícias