• 21/05/2024
28 Janeiro 2019 às 00h00
Atualizada em 05/05/2020 às 01h41
Fonte de Informação: ASSCOM

Em vários cenários, gráficos demonstram a evolução das notificações de Dengue no município

Dados fornecidos pelo Ministério da Saúde possibilitam uma compreensão de epidemias anteriores e atual

O Governo de Arcos, por meio da Secretaria de Saúde, divulgou em forma de gráficos, os dados da evolução das epidemias de Dengue no município ao longo dos últimos anos. As oscilações referentes aos últimos meses de 2018 e o pico mais forte de notificações das primeiras semanas de 2019. São números importantes para que a população possa entender como esses períodos epidêmicos elevam a quantidade de casos notificados.

 

Os anos de 2010, 2015 e 2018 são os que apresentam índices significativos de notificações de casos da doença. Já referente às ultimas semanas do ano de 2018, entre os meses de setembro e dezembro, na 46ª (quadragésima sexta semana), é perceptivo o aumento gradativo do gráfico, apenas com identificações de pequenas oscilações e nas primeiras semanas de janeiro de 2019 é possível perceber o período epidemiológico crítico. Na segunda semana com 270 (duzentos e setenta) casos registrados, totalizando 702 (setecentas e duas) notificações.

 

Para o prefeito, Denilson Teixeira, esses gráficos possibilitam uma leitura real do quadro atual epidemiológico e também configura a evolução de registro de outros anos, fazendo com que a população se conscientize da prevenção continuada. “Os gráficos demonstram que o território de Arcos sempre teve picos alarmantes de epidemia, o que nos leva a ter consciência de nossas responsabilidades e de responsabilidade com atitudes preventivas de combate ao mosquito Aedes,” enfatizou.

Fonte: Ministério da Saúde

.

VEJA TAMBÉM

Atenção, motorista: passarela da BR 354 será içada neste domingo, por isto, utilize rotas alternativas

A Secretaria de Obras já antecede os pedidos de desculpas pelos transtornos, mas ratifica que eles visam um bem muito maior: a resolução definitiva do problema de segurança para os pedestres na região

16h26 17 Maio 2024