• 25/05/2024
13 Abril 2024 às 02h03
Fonte de Informação: Jaime Pedrosa

SUSPEITO DE PARTICIPAÇÃO NO LATROCÍNIO EM ARCOS SEGUE PRESO

Um segundo suspeito chegou a ser detido, mas, foi liberado por falta de provas

Um homem de 19 anos, suspeito de participar do latrocínio ocorrido na manhã do dia 11, em Arcos, teve sua prisão ratificada pela delegada da Polícia Civil Dra. Hionara Pimentel. O homem é natural de Formiga, reside em Córrego Fundo e teria vindo buscar a moto utilizada pelos dois criminosos no ato do cometimento do crime. A moto foi abandonada numa rua do bairro Santo Antônio, sendo apreendida pela polícia. 


De acordo com a Assessoria da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), a delegada: “ratificou a prisão em flagrante do conduzido, de 19 anos, pelo crime de latrocínio. Após os procedimentos de polícia judiciária, o suspeito foi encaminhado ao sistema prisional, permanecendo à disposição da Justiça”. Ainda de acordo com a Assessoria, um segundo conduzido foi ouvido e liberado em razão ausência de elementos suficientes de autoria e materialidade.  O inquérito para apurar todas as circunstâncias do crime segue em andamento na Delegacia de Polícia Civil local.


O que disse o preso


O cidadão preso contou que a dupla que praticou o roubo seguiu sentido Formiga após o crime e que ao todo, além dele, outros quatro indivíduos teriam planejado e participado do latrocínio, sendo um natural de Divinópolis e os demais, de Formiga. 
Todas as informações foram repassadas à Polícia Civil para a investigação efetiva do caso. O rastreamento continua na tentativa de localização e captura dos criminosos.


O crime


Na manhã dessa quinta (11), dois funcionários de uma joalheria do centro de Arcos informaram à Polícia Militar que dois cidadãos chegaram numa moto, adentrando ao estabelecimento e anunciando o assalto. Em seguida os levaram, juntamente com o proprietário, para o interior da loja. Lá, os criminosos subtraíram vários pertences pessoais das três vítimas e da joalheira. Naquele instante, o dono do estabelecimento esboçou reação, fazendo com que um dos autores, que estava armado, efetuasse um disparo no peito dele. Os criminosos fugiram na moto, tomando rumo ignorado.
O SAMU foi acionado, mas quando a equipe chegou, a vítima, de 27 anos, já estava em óbito.

VEJA TAMBÉM