• 21/04/2024
04 Março 2024 às 20h07

PRÁTICA DE MAUS-TRATOS CONTRA ANIMAIS

O Policiamento de Meio Ambiente da Polícia Militar de Minas Gerais havia recebido várias denúncias, relatando a situação de maus-tratos perpetrada a uma cadela em um imóvel localizado no Bairro Nossa Senhora de Lourdes, em Formiga/MG.

Diante das informações, na data de 04 de março de 2024, os militares da Sétima Companhia de Polícia Militar de Meio Ambiente, por meio do Segundo Pelotão com sede em Formiga/MG, efetuaram uma vistoria no imóvel indicado na denúncia, referente ao crime de maus-tratos sofridos por uma cadela, sem raça definida, praticado por seu tutor/proprietário.

No local, a equipe foi recebida pelo denunciado, um homem de 42 anos, que, após ser informado a respeito da denúncia, autorizou a entrada em seu domicílio, tendo direcionado a equipe ao quintal da residência onde constatou-se que uma cadela de pequeno porte estava muito magra e com ferimentos pelo corpo.

Ainda naquela residência, os militares constataram que o denunciado mantinha uma maritaca-maracanã em cativeiro irregular.

Diante do apurado, o autor foi autuado administrativamente, bem como, preso em flagrante delito (cientificado de seus direitos constitucionais) e conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Formiga/MG. A cadela foi apreendida e recolhida por médicas-veterinárias do CODEVIDA, as quais confirmaram os maus-tratos.

A maritaca-maracanã foi apreendida e encaminhada ao CVAGA/UNIFOR-MG.

A Polícia Militar de Minas Gerais conta com o apoio da população com intuito de identificar autores de crimes ambientais nos municípios da região, repassando as informações para o 2º Pelotão PM de Meio Ambiente, por meio do telefone (37) 3322-1454.

VEJA TAMBÉM

Oito dos nove vereadores mudam de partido antes das eleições municipais

Com o fim da janela partidária, aberta entre os dias 7 de março e 5 de abril deste ano, oito dos nove vereadores de Arcos trocaram de partido político. A única exceção é a vereadora Kátia Mateus, que se mantém no PL.

15h36 18 Abril 2024