• 02/03/2024
07 Fevereiro 2024 às 19h34

Honraria instituída pela Câmara Municipal de Arcos presta homenagem a Nelson Morais

Foi aprovado na noite desta segunda-feira (05/02) o PROJETO DE LEI ORDINÁRIA Nº 026/2023 DISPÕE SOBRE ALTERAÇÃO DA LEI MUNICIPAL Nº 2.946 DE 30/10/2019 QUE INSTITUIU A HONRARIA DE “MÉRITO AMBIENTAL” que agora passa a se chamar HONRARIA DE “MÉRITO AMBIENTAL NELSON GONÇALVES DE MORAIS”.

 

A inciativa é do vereador Ronaldo Ribeiro, que afirmou que a premiação tem como objetivo "conceder anualmente pela Câmara Municipal a pessoas físicas ou jurídicas homenagem àqueles que tenham notoriamente se destacado por ações de defesa e conservação do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável local."

 

O então Projeto de Lei foi aprovado por 08 votos favoráveis e nenhum contrário.

 

Quem foi Nelson Morais:

 

Nelson Gonçalves de Morais é filho de Pedro Gonçalves de Morais e Adalgisa Eduardo de Morais. Nasceu na cidade de Arcos (MG) no dia 22 de junho de 1946. O pai, carinhosamente conhecido como “Pedrinho Sapateiro”, foi coletor estadual.

 

A mãe, Dona Adalgisa, era dona de casa e mãe extremada, muito religiosa e intimamente ligada à Igreja e às obras sociais. Nelson foi pai de cinco filhos: Vladimir (in menoriam), Guilherme, Janine, Nelson Jr.e Júlia. Também teve sete irmãos: Márcia, Maurício, Beatriz, Eduardo, Adalgisa, Ivone e Pedro, além de outros dois paternos: Marlene e Donizete. Após concluir o ensino básico, na Escola Estadual Yolanda Jovino Vaz, Nelson se mudou para Belo Horizonte, onde freqüentou o renomado Instituto Champagnat – concluindo, com reconhecido destaque, o ensino médio profissionalizante.

 

Posteriormente, Nelson mudou-se para o estado de Goiás, onde exerceu o cargo de diretor numa escola pública, ocasião em que se notabilizou pela organização e criatividade, colecionando uma legião de amigos e admiradores.

 

Depois de deixar um legado de altruísmo e visão futurista entre a comunidade escolar, Nelson resolveu transformar em realidade uma utopia de infância, e cruzou o Oceano Atlântico em busca do sonho americano. Vale ressaltar que ele foi o primeiro arcoense a morar nos Estados Unidos, em 1975. Na América, Nelson se estabeleceu na cidade de Lowell, condado de Middlesex, em Massachusetts. Também morou em Connecticut, estado situado no sul da região da Nova Inglaterra, além de Boston e New Jersey.

 

Ao retornar ao Brasil, alguns anos mais tarde, mediante o pioneirismo que sempre norteou seus passos, Nelsinho foi idealizador do primeiro supermercado de Arcos, chamado “Supermercado Uai”. Ali podiam ser adquiridos e apreciados vinhos importados, iguarias, produtos Sadia, sorvetes KIBOM, enfim, artigos da gastronomia só encontrados nas grandes cidades.

 

Convidado pela direção do grupo atacadista Adriano Coselli, de quem era amigo pessoal, Nelson decidiu aceitar um novo desafio, e se tornou um dos principais representantes comerciais do elenco da empresa, ganhando reconhecimento e vários prêmios, sempre superando as metas estipuladas.

 

Também foi proprietário da primeira vídeo-locadora da cidade, a Vídeo Flash, ponto de encontro de amigos e aficionados pela arte do cinema. Seu último empreendimento foi a Flash Variedades, uma loja de artigos femininos, games e acessórios, no centro da cidade.

 

Nelson Morais ainda mantinha um blog “O FOCA”, era colunista em jornais locais e escrevia artigos e crônicas sob a perspectiva da política local e nacional. Foi criador do PT – Partido dos Trabalhadores- em Arcos.

 

Dedicou-se, ao longo da vida, a lutar ferrenhamente e com as armas de que dispunha pela preservação da natureza, dos recursos naturais, pela manutenção dos pequenos espaços verdes ainda existentes na cidade, numa luta desigual frente ao desmatamento acelerado e morte inevitável de riachos e nascentes. A trilogia “Aprendiz de Sonhador” foi um dos últimos projetos literários de Nelson Morais, cujos livros foram lançados entre 2006 e 2012.

 

Morais ocupava, com orgulho e eloquência, uma cadeira na Academia Arcoense de Letras. Seu patrono e mentor intelectual era o escritor Graciliano Ramos (1892-1953), um dos maiores expoentes de sua geração, autor do imortalizado livro “Vidas Secas”. Nelson Gonçalves de Morais faleceu na noite de 23 de setembro de 2014, deixando consternados amigos, admiradores, toda uma cidade.

 

Todavia, jamais será esquecido por todos aqueles que compartilharam o privilégio de sua convivência, inteligência e amizade.

VEJA TAMBÉM