• 28/06/2022
22 Junho 2022 às 18h11

Insônia: entenda como a ansiedade pode afetar o seu sono

Nos tempos atuais, pelas grandes contingências mundiais que estão acontecendo e que de alguma forma afetam nosso dia a dia, foi possível observar um aumento no número de pessoas que queixam de ansiedade e consequentemente de insônia. A ansiedade se caracteriza por preocupação excessiva ou crônica sobre diversos assuntos, sendo associada a uma tensão aumentada. É comum as pessoas com ansiedade generalizada sentirem sintomas físicos como inquietação, cansaço e tensão muscular. Pode-se observar uma grande irritabilidade que pode causar problemas no social, assim como em diferentes áreas importantes, como o trabalho, estudos, entre outros. 


 Pesquisas apontam que, uma importante consequência da ansiedade é a insônia, podendo restringir o sono de forma total ou parcialmente. É uma situação muito comum, cerca de 30% a 50% dos brasileiros sofrem com a insônia, que pode acontecer por diversas razões, sendo a mais comum, a ansiedade.  A depressão, o uso de certos medicamentos que podem afetar o sono, alguma dor crônica ou problemas físicos, e entre outros fatores, também podem influenciar de alguma forma, na falta do sono. 


A insônia é tão frequente entre a população brasileira, que é considerada um problema de saúde pública. Assim é importante entender o que pode causar e o que podemos fazer para evitar a perda do sono. Se a ansiedade é um fator que tem prejudicado as suas noites de sono, aqui vai algumas dicas importantes que podem melhorar  isso: 


- Primeiramente diminua os estímulos, reduzindo a luz e a entrada de sons no quarto, por exemplo, é importante se desligar do celular um tempo antes de dormir para que esse hábito não cause estímulos para te manter acordado. 

- Trabalhar o relaxamento do corpo e da mente no momento em que se deita para dormir. Faça 15 minutos de respiração diafragmática ( respirando profundamente e de forma mais lenta), se concentrando na mesma, fazendo assim um relaxamento progressivo. 

- Não tente dormir a todo custo, não force isso. É importante dizer que, o uso de medicações para esse fim, na maioria das vezes causa dependência. 

-  Se por acaso acordar durante a noite, evite se estressar com a situação, ao invés disso, mantenha-se relaxado, faça  algo leve e com poucos estímulos, como ler um livro.

- Evite café, e bebidas que tenham o mesmo na composição. É interessante também evitar tomar muito líquido a noite, assim evita acordar para urinar. 


Mas a dica principal é, se você é ansioso, trabalhe a ansiedade! O tratamento para a mesma é muito importante não só para se ter uma boa noite de sono, mas também, para se ter uma boa qualidade de vida. A terapia pode te ajudar muito nesse processo. Sendo um espaço de acolhimento e tratamento dos sintomas e das causas da ansiedade.

 

Agende já o seu horário com Selma Rodarte 


Selma Rodarte Psicóloga

Psicóloga/CRP04-49528

Terapia Individual
Terapia de Casal
Terapia Infantil
Terapia Familiar
Teste de orientação profissional.
Telefone para contato: 037 99860-2600

 

 

VEJA TAMBÉM

Bombeiros combatem incêndio em ônibus na Rodoviária de Arcos

Foram aproximadamente três horas de prazo, entre combate às chamas, rescaldo e coleta de dados e informações, e com o uso de cerca de 5.000 litros de água

09h33 28 Junho 2022

Obituário

FALECIDO EM: 22/06/2022
Sueli Maria Rodrigues
FALECIDO EM: 21/06/2022
Catarina Pereira de Oliveira
FALECIDO EM: 21/06/2022
Carmem Silva Leal
FALECIDO EM: 21/06/2022
Lúcia Teixeira Veloso
FALECIDO EM: 20/06/2022
Cláudio Rosa
FALECIDO EM: 19/06/2022
Maria Aparecida Gonçalves Amaral