Notícia

Arcos 06 Setembro 2021

O suicídio na visão espírita


Compartilhe:

 

 

            “Fosse a existência contida nos limites do berço ao túmulo, sem dúvida o suicídio seria a grande solução para os problemas e dores da Terra.

            Ocorre que somos seres imortais, já vivíamos antes do berço e continuaremos a viver depois do túmulo, onde colheremos as consequências do que fizemos da nossa vida, de nosso corpo.

            Falta a todos aqueles que cometeram esse ato um conhecimento mínimo a respeito do tema. ”[1]

            É o que o Espiritismo nos oferece, ao estabelecer contato entre o mundo físico e o mundo espiritual, convidando-nos a refletir sobre a existência danosa dos suicidas que afirmam invariavelmente em suas comunicações:

            “-Ah! Se eu soubesse!!!”

            “Em princípio, o homem não tem o direito de dispor de sua vida, porque esta foi lhe dada em vista dos deveres que deveria cumprir na Terra, por isso, não deve abrevia-la voluntariamente, sob nenhum pretexto. Como tem seu livre-arbítrio, ninguém pode impedi-lo, mas sofre-lhe sempre as consequências. O suicídio mais severamente punido é aquele que pelo desespero, e tendo em vista livrar-se das misérias da vida; sendo essas misérias, ao mesmo tempo, provas e expiações, subtrair-se delas é recuar diante da tarefa que se aceitara, às vezes mesmo diante da missão que deveria cumprir.

            O suicídio não consiste somente no ato voluntário que produz a morte instantânea; está também em tudo o que se faz, em conhecimento de causa, que deve ameaçar, prematuramente, a extinção das forças vitais. “[2]

            “A calma e a resignação, hauridas na maneira de encarar a vida terrestre e na fé no futuro, dão ao espírito uma serenidade que é o melhor preservativo contra a loucura e o suicídio. “[3]

            Quando um pensamento de suicídio nos chega a mente, devemos combatê-lo, afinal, todo ato se origina no pensamento, por isso Jesus nos advertiu: Vigiai e Orai.

            Se um ente querido ou um amigo partiu desse mundo pelas portas do suicídio, nos cabe recorrermos as orações que lhes servem como um bálsamo e um incentivo à reparação desse terrível engano.

            Se quer saber mais sobre esse e outros temas, venha participar de nossas reuniões as terças às 20hs e quintas às 19:30hs.

            Luz e paz!!!

 

Lair Caetano de Oliveira Júnior - laircaetano@hotmail.com

 

CENTRO ESPÍRITA BEZERRA DE MENEZES

Rua Olegário Rabelo, Nº 455, Bairro Brasília, Arcos/MG

 

 

 

 

[1] SIMONETTI, Richard. Suicídio tudo o que você precisa saber. Editora CEAC. 2021

[2] KARDEC, Allan. O céu e o inferno. 51ª ed. editora IDE. pág.196.

[3] KARDEC, Allan. O evangelho segundo o espiritismo. 14ª ed. Boa Nova Editora pág. 79/80.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


CENTRO ESPÍRITA BEZERRA DE MENEZES

Rua Olegário Rabelo, nº 455, Bairro Brasília, Arcos/MG

COMENTÁRIOS