Notícia

Saiba Mais 28 Maio 2021

As redes sociais e a influência na saúde mental


Compartilhe:

Conectados! Vivemos hoje uma vida conectada. A tecnologia avança para nos manter conectados, mas será que estamos bem com isso? 
 


É uma pergunta possível a ser analisada de forma particular. O impacto causado pelas redes sociais em cada um de nós deve ser mensurado por nós mesmos, quando percebemos que nossas energias não são mais as mesmas, e que tudo que fazemos está em torno de publicações nas redes, e que o tempo gasto nas redes, impede que vivamos nossa vida real. 
 


As redes sociais tem um propósito incrível de nos conectar as pessoas de todo mundo. Os amigos que se mudaram e que antes nos falavam com cartas, hoje, os vemos ao vivo pela tela do celular. Traz pra perto de quem a gente ama. Principalmente em tempos difíceis como o da pandemia do Covid- 19, em que o isolamento social se tornou necessário. Esses são meios de comunicação hoje indispensáveis para nos manter próximos das pessoas. 
Segundo Bauman, estamos todos numa solidão e numa multidão ao mesmo tempo. Os inúmeros seguidores e a imensidão dos likes, e as pessoas cada vez mais sozinhas, e a depressão é uma doença cada vez mais notada na sociedade. 

 


As redes sociais mostram uma realidade virtual, assim podemos dizer, pois, é mostrado nas fotos somente o lado bom da vida, e mesmo sem estar feliz as pessoas sempre postam que estão nos seus melhores dias. Então o sorriso da foto é real? Ou está forjado para parecer feliz, para ganhar likes. Afinal uma vida incrível cheia de viagens e fotos maravilhosas, em lugares caros chama mais atenção do que os sentimentos reais.  
 


A cobrança em estar feliz e realizado o tempo todo afeta muito a nossa saúde mental, fazendo com que as comparações com a vida do outro traga mais frustrações, deixando de agradecer as próprias vitórias, sem saber que o outro ali da foto também se frustra e também tem problemas.

 


  As inúmeras informações que temos o tempo todo nas redes sociais, fazem com que nosso cérebro trabalhe mais, tendo mais gatilhos e ansiedade. Com a luz da tela do celular, o cérebro passa a produzir mais neurotransmissores e menos melatonina que é o hormônio que auxilia no sono, assim podemos observar o aumento também da insônia. 
O vício em se acessar tudo de forma rápida, e conseguir produzir inúmeras coisas rapidamente hoje em dia, também prejudica quando realmente a vida nos faz esperar. Afinal tudo é muito rápido e muda muito, tempos líquidos, como já dizia Bauman.  

 


Depressão, ansiedade, insônia, dificuldade de enfrentar frustrações e a ideia de que a grama do vizinho está sempre mais verde, esses são alguns dos problemas que o excesso de tempo gasto nas redes sociais podem causar. Pare por um minuto agora e observe se está sendo afetado, ou não. Em como lidar melhor com essa ferramenta que pode ser tão incrível, mas também pode causar vícios e prejuízos a nossa saúde mental. Lembrando que a vida real está atrás da tela do celular agora, e você constrói sua história vivendo! Buscando ser a sua melhor versão sempre, viva por você e não pelos likes.

 

Agende já o seu horário com Selma Rodarte 


Selma Rodarte Psicóloga

Psicóloga/CRP04-49528

  • Terapia Individual
  • Terapia de Casal
  • Terapia Infantil
  • Terapia Familiar
  • Teste de orientação profissional.

Telefone para contato: 037 99860-2600

COMENTÁRIOS