Notícia

Leia o artigo 12 Fevereiro 2020 Por jornalpequeno.com.br

Sangramento Gengival


Compartilhe:

   O sangramento gengival não é normal. A gengiva saudável não sangra espontaneamente e nem durante a escovação ou alimentação. Quando a higiene bucal não é realizada de forma adequada há acúmulos de placa bacteriana na superfície dentária que pode resultar no aparecimento das doenças periodontais conhecidas como gengivite e periodontite.

 

   Os microorganismos presentes na placa causam alterações inflamatórias nos tecidos ao redor dos dentes levando inicialmente à gengivite, que é a inflamação apenas da gengiva. Ela é caracterizada pelo sangramento gengival, gosto ruim na boca e halitose (mau hálito). O tratamento consiste na remoção da placa bacteriana e depósitos duros (tártaro) por um dentista, além da adequada higiene bucal com escova e fio dental diariamente.

 

   Quando a gengivite não é tratada, pode evoluir para periodontite. Nesta doença, o osso ao redor do dente começa a ser reabsorvido e pode ocorrer mobilidade dentária além de migração da gengiva, chamada de retração gengival, resultando em dentes mais compridos.  Em casos mais avançados, os dentes começam a mudar de posição devido a perda óssea. Em algumas situações, o paciente não percebe que está acometido pelo problema por achar que é normal ter sangramento gengival, o que é incorreto.

 

   Os fumantes também apresentam geralmente doença periodontal mais avançada sem perceberem que estão acometidos pelo problema pois, geralmente não apresentam sangramento gengival devido a vasoconstrição periférica causada pelo cigarro. O tratamento consiste em verificar qual o tipo, severidade e extensão da periodontite e envolve sessões para orientação de higiene bucal e remoção dos fatores retentivos de placa bacteriana como cálculos e restaurações defeituosas.

 

   Após tratar a doença periodontal, poderá ser realizado tratamento cirúrgico para correção dos defeitos ósseos e gengivais ocasionados pela infecção. O paciente deverá fazer manutenção periodontal para evitar recidiva da doença e perda de maior quantidade de tecido ósseo. O período de retorno entre as consultas será estabelecido pelo dentista de acordo com cada caso. Quando a periodontite já estiver presente é aconselhado que o tratamento seja realizado por um cirurgião-dentista especialista em Periodontia ou por um profissional capacitado para este tipo de tratamento.

 

    É comum que pacientes com periodontite que já tenham a retração gengival apresentem dentes sensíveis quando em contato com líquidos ou alimentos gelados. Nesse caso, o uso contínuo de cremes dentais para dentes sensíveis e água morna durante a escovação podem minimizar a sensibilidade além de adequada alimentação evitando alimentos e líquidos ácidos. Após tratada a doença periodontal, em alguns casos bem indicados pode ser realizado cirurgia de enxerto gengival para recobrir a superfície radicular exposta ou tratamento local com produtos dessensibilizantes e o uso de laserterapia de baixa intensidade.

 

    O ideal é sempre realizar a prevenção da doença periodontal através da adequada escovação dental após as refeições com escova macia e de cabeça pequena para alcançar os dentes posteriores que geralmente são os mais prejudicados. O fio dental deve ser sempre utilizado em todos os dentes visto que a escova não possui capacidade de penetrar nos espaços entre os dentes. A higienização da língua também é fundamental visto que depósitos bacterianos e alimentares ficam alojados nessa região resultando em mau hálito além de servir como um reservatório de microorganismos.

 

    É importante salientar também que a infecção presente na cavidade bucal é considerada fator de risco para várias alterações sistêmicas como doenças cardiovasculares, diabetes, doenças pulmonares além de risco de parto prematuro visto que a infecção bucal pode migrar para outras partes do organismo através da porção da gengiva que se encontra em contato com o dente que é chamada de bolsa periodontal. Desse modo, devemos sempre lembrar que a boca é a porta de entrada do nosso organismo e a prevenção e o correto tratamento da doença periodontal são fundamentais não apenas para adequada saúde bucal mas também para um corpo todo saudável. Procure sempre um cirurgião-dentista pelo menos a cada 6 meses.

 

 

 

 

Dr. José Donizetti Vieira

Cirurgião – Dentista

CROMG: 9475

Especialista em Odontologia Restauradora e Preventiva

Rua Donato Rocha, 346 – Centro - Arcos (MG)

Fone: (37) 3351-1086


Dr. José Donizetti Vieira

Cirurgião – Dentista
CROMG: 9475
Especialista em Odontologia Restauradora e Preventiva
Rua Donato Rocha, 346 – Centro - Arcos (MG)
Fone: (37) 3351-1086

COMENTÁRIOS

Veja outras notícias