• 02/03/2024
09 Fevereiro 2024 às 20h46
Fonte de Informação: Da Redação: Nicole Patrícia

Decretada “situação de emergência” em Arcos em decorrência do aumento de casos de Arboviroses

O estado de emergência em saúde pública decretada no município permite a implantação de medidas de controle, prevenção e assistência em caráter de urgência

Devido ao aumento expressivo de casos e demanda no Hospital Municipal São José e unidades de saúde, o prefeito Claudenir José de Melo decretou “situação de emergência em Saúde Pública” no município.

O decreto prevê “a adoção de todas as medidas administrativas e assistenciais necessárias à contenção do aumento da incidência de casos de Arboviroses, em especial a aquisição pública de insumos e materiais, doação e cessão de equipamentos e a contratação de serviços estritamente necessários ao atendimento da situação emergencial”.

Todas as medidas podem ser tomadas sem a necessidade de licitação enquanto durar a situação de emergência, que será monitorada por servidor público a ser designado bem como responsáveis técnicos nomeados junto a Gerência Regional de Saúde de Divinópolis/MG.

Além disso, fica suspensa de concessão de férias e folgas para os servidores no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde até o fim da 'situação de emergência’.

De acordo com o Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika divulgado em 05 de fevereiro, o município de Arcos apresentava 254 casos prováveis de dengue. 90 desses casos foram confirmados segundo o Decreto Municipal 6.754 de 08 de fevereiro de 2024.

 

Vacinação incerta

Apesar de vacinas já aprovadas, a alta demanda torna o processo de vacinação lento. De acordo com o portal oficial do Governo Federal gov.br, 22 cidades de Minas Gerais receberão doses da vacina. Porém, Arcos não está na lista dessas cidades. A previsão é que todos os 521 municípios recebam doses para a vacinação da faixa etária de 10 a 11 anos até a primeira quinzena de março.

 

Sintomas

O Ministério da Saúde divulgou as características dos sintomas da Dengue e Gripe para que a população possa diferenciá-los, buscar ajuda médica para diagnóstico exato e tratamento adequado. Se automedicar pode trazer sérios riscos à saúde.

 

Dengue

  • Febre alta;
  • Dor no corpo e nas articulações;
  • Dor atrás dos olhos;
  • Mal-estar;
  • Dor de cabeça;
  • Manchas vermelhas no corpo.

 

Os sinais de alarme da doença são caracterizados principalmente por:

  • Dor abdominal intensa e contínua;
  • Vômitos persistentes;
  • Acúmulo de líquidos;
  • Sangramento de mucosa;
  • Irritabilidade.

 

Gripe

  • Febre;
  • Coriza;
  • Dor de garganta;
  • Tosse;
  • Dor no corpo;
  • Dor de cabeça;
  • Dores articulares;
  • Diarreia;
  • Vômito;
  • Fadiga;
  • Prostração;
  • Rouquidão;
  • Olhos avermelhados e lacrimejantes.

  

VEJA TAMBÉM