• 21/05/2024
15 Dezembro 2023 às 10h33
Fonte de Informação: Da Redação - Cecília Calixto

Delegada Hionara Pimentel será responsável pela delegacia especializada em atendimento às mulheres

A cidade de Arcos agora conta com uma delegacia especializada em atendimento às mulheres, a responsável pela pasta é a Delegada de Polícia Civil Hionara Araújo Pimentel. Em entrevista ao Portal Arcos ela falou sobre como irão funcionar os trabalhos no município.

Hionara Pimentel é formada em direito, com pós-graduação na área penal e constitucional. Assim como o Delegado Patrick Carvalho, Hionara faz parte da primeira turma de selecionados do concurso da Polícia Civil. Inicialmente ela foi designada para a cidade de São Gonçalves do Abaeté, onde trabalhou respondendo por três cidades e também atuou como delegada da mulher.

A oportunidade de vir para Arcos surgiu quando no último edital de remoção foi disponibilizada vaga para a cidade de Iguatama. “Eu me inscrevi no edital pois eu estava longe da família, então eu quis voltar para Iguatama com a intenção de ficar mais perto de casa”. Após ser designada para Iguatama a regional determinou que ela também atuasse em Arcos, juntamente com Dr. Patrick, iniciando uma delegacia especializada no atendimento a mulheres, tendo em vista o cenário atual da cidade com relação a violência doméstica.

 

Alto número de medidas protetivas

Segundo Dra. Hionara, na região a cidade de Arcos é uma das que mais formaliza pedidos de medidas protetivas.

“Arcos tem muitos casos e nós precisamos realmente tentar prestar um atendimento mais humanizado e acolhedor a essas mulheres que chegam na delegacia diariamente”.

Dra. Hionara explicou que o aumento no número de casos de violência doméstica é algo que vem acontecendo em todo o Brasil, e a conscientização das mulheres tem contribuído para o crescimento dessas denúncias.  “Hoje tem a conscientização, pois as mulheres sabem que diante de uma violência elas podem procurar uma Delegacia de Polícia, podem pedir uma medida protetiva”.

 

Delegacia especializada no atendimento as mulheres

Perguntamos a Dra. Hionara se os trabalhos na delegacia especializada as mulheres já estão em andamento. Em resposta ela disse que, assim que chegou em Arcos já assumiu todos os procedimentos, todas as medidas protetivas e eventuais inquéritos sobre o tema. A delegacia também já conta com uma escrivã e um estagiário que presta todos os atendimentos iniciais as vítimas. 

Trabalho conjunto – Além dos atendimentos direcionados à todas as pessoas que se identificam como mulheres, incluindo mulheres transexuais, Dra. Hionara pretende desenvolver um trabalho ainda mais profundo e de proteção, juntamente com outros órgãos.

“Minha intenção é de construir uma rede para que a gente possa amparar essa mulher, porque as vezes chega uma mulher que não tem lugar para ir, que não é daqui e não tem dinheiro para ir embora, então, junto ao poder legislativo e executivo queremos estruturar essa rede de proteção da mulher para que a gente tenha condições de prestar um serviço amplo, porque as vezes só a medida protetiva não é suficiente. Queremos desenvolver uma forma de ter um abrigo para essas mulheres e para isto, iremos conversar com o poder executivo para viabilizar medidas neste sentido”.

Espaço exclusivo para os atendimentos – Dra. Hionara também comentou que na sede da nova delegacia pretende destinar um espaço exclusivo para os atendimentos da delegacia especializada no atendimento as mulheres. O intuito é fornecer a elas mais privacidade e segurança.

“Queremos fazer uma delegacia exclusiva para mulher, ter um espaço separado para conseguirmos prestar um atendimento melhor as mulheres, um atendimento mais humanizado. Tem muitas mulheres que não procuram a delegacia por vergonha, pela estigmatização que ela pensa que vai sofrer, com isso ela acaba sendo vítima do próprio sistema. E isso infelizmente acontece, porque a delegacia é ampla e as vezes a mulher tem que ser atendida junto a outras pessoas, quando vai registrar o EDIS ela tem que falar sobre o assunto e acaba sendo na presença de outras pessoas. Então o intuito de ter as dependências separadas é justamente para prestar um atendimento mais humanizado e mais privativo, para que elas possam se sentir acolhidas".

 

“Graças a Deus hoje as mulheres têm consciência de seus direitos, mas a gente sabe que muitas não têm a coragem e iniciativa de dizer o basta, então queremos trabalhar isso para buscar mudar a mentalidade” – Dra. Hionara Pimentel

Quanto aos trabalhos em Arcos, Dra. Hionara disse que está esperançosa de que conseguirão desempenhar um excelente trabalho e que a expectativa é grande para engajar toda a sociedade, entidades e órgãos na luta contra a violência doméstica, na conscientização e na realização de medidas de proteção. 

“Queremos fortalecer a rede para que tenhamos condições de prestar o melhor atendimento as mulheres, porque a violência doméstica é um problema de política pública, não é algo que resolvemos apenas com a Polícia. A mera proteção e eventual punição que o agressor possa receber não será o suficiente para erradicar o problema, por isto queremos trabalhar com vários setores”, finalizou.

portalarcos
noticiasdearcos
noticiasdaregião
entrevista
policiacivil
delegaciadamulher

VEJA TAMBÉM

Atenção, motorista: passarela da BR 354 será içada neste domingo, por isto, utilize rotas alternativas

A Secretaria de Obras já antecede os pedidos de desculpas pelos transtornos, mas ratifica que eles visam um bem muito maior: a resolução definitiva do problema de segurança para os pedestres na região

16h26 17 Maio 2024