• 02/03/2024
28 Novembro 2023 às 16h09
Fonte de Informação: Da Redação - Cecília Calixto

Responsáveis pelo setor de Endemias falam sobre os casos de Dengue em Arcos

No dia 30 de outubro a Prefeitura de Arcos divulgou que Arcos está com situação de alto risco para uma epidemia de Dengue, pois o resultado do último LIRAa (Levantamento Rápido de Índices para o Aedes aegypti), realizado entre 23 e 27 de outubro, foi de 5,2 (alto risco).

Devido à divulgação, a reportagem do Portal Arcos solicitou do setor de Endemias os números atuais dos casos de Dengue no município.

De acordo com o setor de Endemias, de janeiro até o início do mês de novembro foram notificados 1351 casos da doença e confirmados 352 casos. No mês de setembro foram 17 notificações, porém todos foram descartados. Já no mês outubro foram 85 notificações, sendo dois casos descartados e dois confirmados, o restante aguarda resultados.

Quanto a hospitalização, fomos informados que não houve caso de internação devido à doença, porém, existe um óbito em investigação, “mas com os exames para dengue negativo, aguardando parecer da SRS”.

 

O número de casos é alto?

Perguntamos também se o número de casos da doença é considerado alto pela Secretaria Municipal de Saúde. Em resposta, nos foi informado que não é considerado alto.

“Os sintomas da Dengue e demais arboviroses são comuns à de várias outras doenças, o que pode levar a suspeita de dengue e a realização da notificação”. Além disso, nem todos os pacientes fazem exames para correto encerramento dos casos, o que dificulta este encerramento.

 

Risco de aumento no número de casos

Tendo em vista que estamos em um período de altas temperaturas e ocorrências de chuvas, o setor de endemias ressaltou que este cenário é propício para o aumento da população do mosquito Aedes aegypti, o que contribui para o risco de uma maior circulação viral.

Por isto, é importante que a população continue realizando as ações em combate ao mosquito, como: manter bem tampados caixas, tonéis e barris de água; colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira sempre bem fechada; retirar a água de pratos de vasos de plantas; sempre trocar a água de animais domésticos, não jogar lixo em terrenos baldios; se for guardar garrafas de vidro ou plástico, mantê-las sempre com a boca para baixo.

 

O que está sendo feito pela Secretaria de Saúde e pelo Setor de Endemias?

Por parte do Setor de Endemias e da Secretaria de Saúde, nos foi informado que estão sendo feitos os seguintes trabalhos em combate ao mosquito: Tratamento Focal e Peri-focal.

No Tratamento Focal 30 agentes de endemias estão realizando inspeções com as seguintes atividades: descobrindo criadouros, remover, eliminar, vedar e se necessário usar produto químico (larvicida), levando orientação ao responsável pelo imóvel. Esta equipe visita residências, comércios e terrenos baldios de dois em dois meses.

Já no Tratamento Peri-focal cinco agentes de endemias realizam inspeções em pontos estratégicos como: oficinas, borracharias, depósitos de sucatas, acumuladores e outros imóveis com grande demanda de criadouros.

Nessas inspeções também é realizada a eliminação, remoção, vedação e aplicação de larvicidas e adulticidas. As visitas acontecem de 15 em 15 dias.

 

portalarcos
noticiasdearcos
noticiasdaregião
dengue
saude

VEJA TAMBÉM