• 23/06/2024
11 Julho 2023 às 17h49

Caridade para com os Criminosos

Sabemos que nosso Pai, é soberanamente justo e bom, sendo assim ele não trataria de maneira diferente nenhum de seus filhos; Ele dá a cada um de nós o mesmo ponto de partida, criando todos simples e ignorantes.

A nossa evolução depende única e exclusivamente de nós mesmos, onde cada um, em seu tempo, vai trilhar a sua jornada em busca da iluminação, alguns de maneira mais rápida e outros de maneira mais lenta, porém todos nós um dia seremos espíritos puros.

Esta evolução se dá através de nossas vivências corpóreas e no momento em que estamos vivendo essas experiências, fazemos algumas escolhas que nos levam a percorrer caminhos mais complexos, que nos causam dor e muitos sofrimentos, como por exemplo, nossos irmãos que optam pelo mundo do crime.

Enquanto estamos aqui encarnados, quase sempre nos esquecemos da importância de seguirmos os ensinamentos deixados pelo nosso amado mestre Jesus, que nos foi enviado como modelo e guia a ser seguido, e adotamos pensamentos e condutas errôneas, nas quais nos distanciam cada vez mais da luz e de nosso progresso espiritual.

Atualmente, em nossa sociedade, estamos presenciando algumas situações tristes e desagradáveis de serem vistas, onde muitas vezes o mal parece tomar conta de alguns irmãos nossos, que praticam atos cruéis e que nos fazem questionar se em algum momento a paz e a felicidade vai reinar sobre nosso planeta. Mas, diante de tudo isso, não podemos nos esquecer que mesmo diante do caos, o nosso Pai não nos desampara e permanece sempre ao nosso lado, nos auxiliando e nos fortalecendo para seguirmos firmes no caminho do bem.

Em O Evangelho Segundo Espiritismo, os espíritos nos falam o seguinte:

A verdadeira caridade é um dos mais sublimes ensinamentos que Deus deu ao mundo. Deve existir entre os verdadeiros discípulos de sua doutrina uma fraternidade completa. Deveis amar os infelizes, os criminosos, como criaturas de Deus, às quais o perdão e a misericórdia serão concedidos, se se arrependerem, como a vós mesmos, pelas faltas que cometeis contra a sua lei. Pensai que sois mais repreensíveis, mais culpados que aqueles aos quais recusais o perdão e a comiseração, porque, frequentemente, eles não conhecem Deus como conheceis, e lhes será pedido menos que a vós. (1)

Portanto, é importante que cada um de nós busquemos, despertar o nosso olhar e abrir o nosso coração, para que busquemos colocar em prática essa caridade que muitas vezes não se trata de apenas fornecer algo material para um necessitado, mas buscar praticar também aquela caridade moral, que é ainda mais necessária. Com mínimos esforços conseguimos executá-la, seja através de uma palavra amiga, acolhedora, o saber ouvir, um olhar sem julgamento, uma oração. Pois muitas vezes um pequeno gesto nosso, pode fazer renascer a centelha Divina do nosso irmão que se encontra ali, precisando desse toque singelo para que volte a trilhar o caminho da luz, aquele que nos leva ao nosso Criador.

Deveis, àqueles de quem falo, o socorro de vossas preces: é a verdadeira caridade. Não é preciso dizer de um criminoso: “É um miserável; é preciso expurgá-lo da Terra; a morte que se lhe inflige é muito suave para um ser dessa espécie.” Não é assim que deveis falar. Olhai vosso modelo, Jesus; que diria ele se visse esse infeliz perto de si? Lamentá-lo-ia, o consideraria como um doente bem miserável e lhe estenderia a mão. Não podeis fazer isso em realidade, mas, pelo menos, podeis orar por ele, assistir seu Espírito durante alguns instantes que deve ainda passar sobre a vossa Terra. O arrependimento pode tocar-lhe o coração, se orardes com fé. Ele é o vosso próximo como o melhor dentre os homens; sua alma transviada e revoltada foi criada, como a vossa, para se aperfeiçoar; ajudai-o, pois, a sair do lamaçal, e orai por ele. (2)

Desta forma, meus irmãos, se faz necessário que nos esforcemos e que tenhamos bom ânimo, para que a cada novo dia possamos aprender a exercitar a nossa caridade material e moral, proporcionando uma ajuda aos nossos irmãos mesmo que de maneira indireta, pois todo pensamento e ato feito de bom coração pode proporcionar um florescer mesmo que breve. Que sejamos luz em meio a escuridão!

Luz e paz a todos!

Vanessa Rosa

([email protected])

 

 

Centro Espírita Bezerra de Menezes

Rua Olegário Rabelo, nº 455, Bairro Brasília, Arcos/MG

Reuniões Públicas às terças feiras às 20hs e às quintas feiras às 19:30hs.

Aos sábados: Evangelização infantil e Escola de pais às 09:30hs; às 17h Campanha do Quilo e às 18:30hs Mocidade espírita.

 

 

Referências:

 

  1. Kardec, A. O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. XI, item 14.
  2. Kardec, A. O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. XI, item 14.

Fonte da imagem: Disponível em https://pixabay.com/pt/users/alexas_fotos-686414/

Colunista
CENTRO ESPÍRITA BEZERRA DE MENEZES

Rua Olegário Rabelo, nº 455, Bairro Brasília, Arcos/MG

VEJA TAMBÉM

A criação de um Centro de Referência Especializado à Mulher em Arcos é pauta de Audiência Pública na próxima quinta (27)

Solicitado pelo vereador João Paulo Ferreira - Joãozinho (PSD), o evento é aberto ao público e será realizado no plenário da instituição, a partir das 19h.

18h04 21 Junho 2024
Subvenção de R$ 1,2 milhões destinada à Santa Casa é aprovada na Câmara

Segundo a justificativa do projeto, os recursos foram solicitados pela entidade para a manutenção das atividades hospitalares.

17h55 21 Junho 2024
Restituição aos servidores municipais que contribuíram com o Sistema de Aposentadoria Complementar é debatida na Câmara

O presidente Flávio Correia e os vereadores Ademar de Medeiros , João Paulo Ferreira, Kátia Mateus, Laerte Mateus, e Ronaldo Ribeiro debateram o assunto com o prefeito Claudenir José de Melo, representantes do STMA e servidores públicos do município.

18h20 20 Junho 2024
Prefeitura de Arcos sanciona Lei de autoria do vereador Ronaldo Ribeiro

Lei aprovada dispõe sobre o recolhimento, recebimento e depósito de sobras de materiais de construção para doação às pessoas carentes e entidades beneficentes ou habitacionais.

19h53 18 Junho 2024