• 17/06/2024
21 Novembro 2022 às 09h27

Simplicidade e Pureza de Coração

Caros companheiros de jornada, vamos hoje refletir sobre o tema “Simplicidade e Pureza de Coração”.

 

“Bem-aventurados os que têm puro o coração, porquanto verão a Deus.” (1) Disse-nos o Mestre Jesus no Sermão da Montanha, conforme nos conta o Evangelista Mateus. Estudando a palavra do Mestre Divino, recordemos que no mundo, até hoje, não existiu ninguém quanto Ele, com tanta pureza na própria alma.

 

Emmanuel, pela psicografia de Chico Xavier nos elucida através da mensagem denominada Pureza, do livro Religião dos Espíritos, do que se trata a pureza a qual Jesus se referia. Diz-nos o benfeitor: “Cabe-nos, pois, lembrar como Jesus via no caminho da vida, para reconhecermos com segurança que, embora na Terra, sabia encontrar a Presença Divina em todas as situações e em todas as criaturas.” (2)

E completa:

... Se purificares, assim, o coração, identificarás a presença de Deus em toda parte, compreendendo que a esperança do Criador não esmorece em criatura alguma, e perceberás que a maldade e o crime são apenas espinheiro e lama que envolvem o campo da alma — o brilhante divino que virá fatalmente à luz… (3)

 

Com essas palavras de esclarecimento podemos compreender que o significado de ver a Deus, seria para nós, a exemplo do Mestre Jesus, chegarmos ao ponto de ver o divino em tudo que nos rodeia, ou seja, termos uma visão tão clara e pura ao ponto de buscar enxergarmos o mais belo e bom que há em cada criatura, em cada planta, em todo o meio ambiente no qual estamos inseridos.

 

Em O Evangelho segundo o Espiritismo (3), o codificador Allan Kardec afirma que a pureza do coração é inseparável da simplicidade e da humildade. Exclui toda ideia de egoísmo e de orgulho.

 

Considerando, pois, o que a Doutrina Espírita nos ensina acerca da necessidade de trabalharmos em nós as nossas imperfeições, permanece o chamamento urgente de buscarmos dia após dia minimizar essas chagas da humanidade que ainda dominam as nossas ações – o orgulho e egoísmo. Não há possibilidade de buscarmos o Divino, agindo fora da humildade e da simplicidade. A busca por adquirir e aperfeiçoar essas virtudes são parte do caminho para alcançarmos em algum momento de nossa evolução espiritual, a pureza em nossos corações. Quando alcançarmos essa bem-aventurança, veremos a Deus, teremos condições de verdadeiramente agirmos no bem, em prol dos nossos semelhantes.

 

Utilizando mais uma vez dos ensinamentos do benfeitor Emmanuel, no livro Vinha de Luz, a mensagem “Purifiquemo-nos”, nos diz:

Observa, pois, amigo, a que princípios serves na lida diária. Lembra-te de que o vaso de tuas possibilidades é sagrado. Que forças da vida se utilizam dele? Não olvides, acima de tudo, que precisamos da legítima purificação, a fim de que sejamos vasos para honra e idôneos para uso do Senhor. (4)

 

Então, caros companheiros de jornada, que façamos uso com todas as forças do nosso íntimo para buscarmos ser melhores a cada dia, com pequenos passos, através das pequenas boas ações que já somos capazes de praticar. Não permaneçamos estáticos; a nossa evolução e purificação nos aguarda. São nas ações diárias que traçamos o nosso próximo passo. Que seja a caminho da purificação, para que enfim, possamos um dia, ver a Deus!

 

E assim caros companheiros, encerramos mais essa reflexão com muita gratidão a Deus, ao nosso Mestre Jesus e a espiritualidade que nos provê de todos os recursos de que precisamos para trilharmos nossa jornada evolutiva com êxito, reconhecendo nossas fragilidades e trabalhando incessantemente para nos melhorarmos.

 

Luz e paz a todos!

 

Cristiana Oliveira dos Santos Gonçalves

([email protected])

 

Centro Espírita Bezerra de Menezes

Rua Olegário Rabelo, nº 455, Bairro Brasília, Arcos/MG

Reuniões Públicas às terças feiras às 20hs e às quintas feiras às 19:30hs.

Aos sábados: Evangelização infantil e Escola de pais às 09:30hs; às 17h Campanha do Quilo e às 18:30hs Mocidade espírita.

 

Referências:

  1. MATEUS, 5:8.
  2. XAVIER, Francisco Cândido. Religião dos espíritos. Pureza.
  3. XAVIER, Francisco Cândido. Religião dos espíritos.
  4. XAVIER, Francisco Cândido. Vinha de luz. Purifiquemo-nos.

Fonte da imagem: Disponível em https://pixabay.com/ Acesso em 20/11/2022.

 

 

 

 

Colunista
CENTRO ESPÍRITA BEZERRA DE MENEZES

Rua Olegário Rabelo, nº 455, Bairro Brasília, Arcos/MG

VEJA TAMBÉM

Principais ocorrências policiais dos últimos dias

O fim de semana foi marcado pelo registro de 04 ocorrências de destaque em Arcos.

10h52 17 Junho 2024