• 21/05/2024
04 Novembro 2022 às 14h17

HERPES LABIAL

O herpes labial é uma infecção causada por um microrganismo chamado vírus do herpes simples.

 

Embora a maior parte da população seja portadora do vírus, nem todos são afetados pelo herpes labial. Entretanto, mais de oito milhões de pessoas são acometidas por esta infecção. Elas podem ter entre dois a dez episódios por ano.

 

A primeira infecção ocorre usualmente na infância, por exemplo, depois do bebê ser beijado por uma pessoa portadora do vírus, como o pai, a mãe ou outro adulto qualquer. O vírus passa através da pele, percorre um nervo e esconde-se numa junção nervosa, até ser reativado.

 

Vários fatores podem reativar o vírus, como resfriado, gripe, indisposição gástrica, menstruação, fadiga, transtorno emocional, estresse, ferimento, luz solar intensa. Pensa-se que, uma vez reativado, o vírus vá novamente pelo nervo até a pele, onde causará o herpes labial.

 

Há quatro estágios para o herpes labial:

1. Estágio do prurido (coceira)

Neste, a maioria das pessoas sabe que está para ter um herpes labial. A pele arde e coça, antes que a ferida apareça.

 

2. Estágio da bolha

Começa com uma pequena erupção, em relevo, que incha e forma vesículas isoladas, ou em pequenos agrupamentos. As vesículas frequentemente são dolorosas.

 

3. Estágio da secreção

Muitas pessoas acham este estágio o mais embaraçoso e de pior aparência. As vesículas desfazem-se e juntam-se para formar uma grande ferida com secreção. O vírus pode facilmente ser transmitido a outras pessoas durante este estágio.

 

4. Estágio da crosta

As vesículas começam a secar e sarar. Inicia-se a formação da crosta. É também uma fase muito anti-estética. Não deve ser tocada. Se traumatizada, a crosta rachará, provocando dor e sangramento. 

 

O vírus é capaz de infectar outras partes do corpo. Se você esfregar seus olhos, depois de tocar a ferida do herpes labial, poderá estar provocando uma infecção nos mesmos. Evite beijar quando você ou seu parceiro estiverem com lesões do herpes labial. 

 

- O herpes labial é infeccioso. Lave sempre as mãos depois de tocar a ferida de seus lábios ou após aplicar a medicação.

- Evite tocar seus olhos. É fácil tocar a ferida do herpes labial sem perceber.

- Evite beijar, especialmente crianças, quando você estiver com herpes labial em atividade.

- Evite furar as vesículas e traumatizar as crostas.

- Evite que outros usem seus utensílios de comer e beber.

- Evite compartilhar a mesma toalha de banho e rosto com outros membros de sua família.

 

TRATAMENTO

Existe uma pomada muito boa chamada ZOVIRAX. Passar a pomada 3 a 5 vezes ao dia, por 5 dias. O ideal seria aplicar a pomada logo no início da doença, ou seja, no estágio do prurido (coceira).

 

Dr. José Donizetti Vieira

Cirurgião – Dentista

CROMG: 9475

Especialista em Odontologia Restauradora e Preventiva

Rua Donato Rocha, 346 – Centro - Arcos (MG)

Fone: (37) 3351-1086

Colunista
Dr. José Donizetti Vieira

Cirurgião – Dentista
CROMG: 9475
Especialista em Odontologia Restauradora e Preventiva
Rua Donato Rocha, 346 – Centro - Arcos (MG)
Fone: (37) 3351-1086

VEJA TAMBÉM

Atenção, motorista: passarela da BR 354 será içada neste domingo, por isto, utilize rotas alternativas

A Secretaria de Obras já antecede os pedidos de desculpas pelos transtornos, mas ratifica que eles visam um bem muito maior: a resolução definitiva do problema de segurança para os pedestres na região

16h26 17 Maio 2024