• 11/08/2022
01 Agosto 2022 às 09h08

PARASITOSE MENTAL

Observando algumas de nossas atitudes e as de pessoas que cruzam nosso caminho, muitas vezes nos choca perceber como determinadas condições doentias são atraídas para nós, de forma imediata ou tardia. Atitudes aparentemente banais, tais como, ciúme, inveja, rebeldia, revolta, mágoas e cólera, tornam-se verdadeiros canhões disparando tiros mórbidos contra nosso organismo.  

 

O Espiritismo nos ensina que o mundo espiritual está constantemente interagindo conosco, influenciando-nos, tal como está na questão 457 de O Livro dos Espíritos, em que os superiores dizem que eles (os desencarnados) não só nos influenciam, como, de praxe, podem até dirigir nossas ações, sendo que os Espíritos inferiorizados são atraídos para o nosso ambiente espiritual, exatamente pelas atitudes doentias que temos.

 

Na obra Instruções Psicofônicas, psicografada por Chico Xavier em 1954, o Espírito Dr. Francisco Dias da Cruz, que atuou no Rio de Janeiro como médico, quando encarnado, dita uma página de nome “Parasitose Mental”, estabelecendo um paralelo entre o Parasitismo no corpo físico e o Vampirismo no campo espiritual. O primeiro termo se refere ao fenômeno em que  o corpo (quando negligenciado) é parasitado por outros organismos vivos, externos, como a sarna etc, ou internos, como as lombrigas etc, e ali, eles se hospedam causando doenças. Para evitar a degradação orgânica que o parasitismo impõe às suas vítimas, o homem lança mão dos medicamentos para atenuar-lhe os efeitos e extinguir-lhe as causas.

 

Mas, e quanto ao vampirismo espiritual ou parasitismo espiritual?

 

Neste caso ocorre o mesmo fenômeno, entretanto, a esfera de ação deste “parasita” é no campo da ALMA. Diz o benfeitor que, nesse caso, também, devemos considerar igualmente os fatores externos e internos, compreendendo, porém, que, na esfera da alma, os primeiros dependem dos segundos, porquanto não há influenciação exterior deprimente para a criatura, quando a própria criatura não se deprime”. Ou seja, é pelo ímã do pensamento doentio e descontrolado, que o homem provoca sobre si a contaminação fluídica de Espíritos em desequilíbrio, capazes de conduzi-lo à escabiose, à ulceração, ao alcoolismo, à loucura, tanto quanto aos vícios que corroem a vida moral.

 

Resumindo: através do  pensamento desgovernado, atraímos companhias que engrossam nossos processos doentios e produziremos para nós, graves doenças físicas ou mentais que favorecem a derrocada ou a morte.

 

Portanto, é muito importante a tomada de consciência, para que ocorra a mudança no interior da ALMA, e desta forma, as boas atitudes sejam exteriorizadas, para assim, evitar o vampirismo. Viver em guarda contra as ideias fixas, opressivas ou aviltantes, que estabelecem, ao redor de nós, maiores ou menores perturbações, sentenciando-nos à frustração e ao sofrimento. Toda forma de vampirismo está vinculada à mente deficitária, ociosa ou inerte, que se rende, desajustada, às sugestões inferiores que a exploram sem defensiva.

 

O Espiritismo recomenda um exercício de auto conhecimento, um plano de renovação efetivo e ao alcance da criatura, para a garantia de nossa higiene mento-psíquica. Seria, então, usar os “antissépticos” do Evangelho: bondade para com todos, trabalho incansável no bem, otimismo operante, dever irrepreensivelmente cumprido, sinceridade, boa-vontade, esquecimento integral das ofensas recebidas e fraternidade simples e pura.

 

“Amai-vos uns aos outros como eu vos amei”(1),  recomendou o Cristo. Façamos desta forma, a fim de conquistarmos nossa saúde espiritual!

 

 

Ana Dulce Pamplona Frade

([email protected])

 

 

Centro Espírita Bezerra de Menezes

Rua Olegário Rabelo, nº 455, Bairro Brasília, Arcos/MG

Reuniões públicas às terças feiras às 20hs e às quintas feiras às 19:30hs.

Aos sábados, evangelização infantil e escola de pais às 09:30hs; às 18:30hs, mocidade espírita.

 

_____________________________________________

KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Questão 457.

XAVIER, Francisco Cândido. Instruções Psicofônicas, 1954.

KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo.

(1)Jo, 13:34

Fonte da imagem: Disponível em https://pixabay.com/ Acesso em 31/07/2022.

Colunista
CENTRO ESPÍRITA BEZERRA DE MENEZES

Rua Olegário Rabelo, nº 455, Bairro Brasília, Arcos/MG

VEJA TAMBÉM

Alegria x Felicidade

13h26 08 Agosto 2022