• 28/06/2022
06 Junho 2022 às 16h40

PAULO DE TARSO, O APÓSTOLO DOS GENTIOS

Nascido Saulo, no ano 05 d. C., um expoente judeu bem quisto e respeitado no seu meio, considerado um doutor da lei, ávido conhecedor e praticante das leis mosaicas, almejava os mais altos postos na sinagoga.

 

Assim como a maioria dos judeus da época, não acreditava que Jesus fosse o Messias anunciado tempos antes pelos profetas como sendo o salvador do seu povo.

 

Por assim crer, ou melhor, por não crer em Jesus, participou ativamente da perseguição dos então chamados homens do caminho, que foram os primeiros seguidores do Cristo.

 

Nessa empreitada de perseguição, teve importante participação na morte e apedrejamento de Estevão, considerado o primeiro mártir do Cristianismo.

 

Ao liderar uma perseguição a um homem chamado Ananias, na entrada da cidade de Damasco, teve um encontro arrebatador com o Mestre Jesus, ao ponto de converter-se imediatamente e de simplesmente responder quando ouvira sua voz o chamando: “Mestre, que queres que eu faça”. [i]

 

Após esse encontro fulminante, Saulo passou por um momento de transformação pessoal, manteve-se recluso e afastado do meio social em que vivia por algum tempo, isolado dos holofotes que outrora iluminavam e davam sentido a sua vida e o seu caminho.

 

Nesse período, conhece o Evangelho de Jesus através dos manuscritos de Levi e de outros apóstolos que conviveram diretamente com o Cristo, como Pedro.

 

A fim de marcar sua nova vida missionária e de manter vivo na memória Estevão, de quem fora algoz no passado, passou a assinar Paulo.

 

Após sua conversão e transformação íntima, Paulo de Tarso dedicou sua vida à expansão da palavra do Cristo para além das fronteiras de Jerusalém, bem como para outros povos diversos dos judeus, razão pela qual, ficou conhecido como o Apóstolo dos Gentios.

 

Assim, uma de suas grandes marcas para a história do movimento Cristão então nascente e crescente, fora a divulgação do Evangelho, da palavra e do exemplo de amor de Jesus para os demais pontos da Terra, por onde passou fundando igrejas e disseminando o seu conhecimento.

 

E, assim o fez, sem ter convivido diretamente com Jesus, haurindo o seu ensinamento através dos discípulos que com ele partilharam o cotidiano e por meio dos registros escritos, que eram copiados e repassados por onde passava.

 

Muita paz a todos!

 

Jordana Grazielle Nogueira Camargos – [email protected]

Centro Espírita Bezerra de Menezes

Rua Olegário Rabelo, nº 455, Bairro Brasília, Arcos/MG

Reuniões públicas às terças feiras às 20hs e às quintas feiras às 19:30hs.

Aos sábados, evangelização infantil e escola de pais às 09:30hs; às 18:30hs, mocidade espírita.

 

Referência bibliográfica: EMMANUEL (Espírito). Paulo e Estevão: episódios históricos do Cristianismo primitivo: romance. / pelo Espírito Emmanuel. Psicografado por Francisco Cândido Xavier. 45 ed. Brasília: FEB, 2016.

 

 

[i] EMMANUEL (Espírito). Paulo e Estevão: episódios históricos do Cristianismo primitivo: romance. / pelo Espírito Emmanuel. Psicografado por Francisco Cândido Xavier. 45 ed. Brasília: FEB, 2016. Pág. 180.

 

Fonte da imagem: https://pixabay.com/pt/photos/saint-paul-s%c3%a3o-paulo-san-santo-1276547/ Acesso em 06/06/2022.

Colunista
CENTRO ESPÍRITA BEZERRA DE MENEZES

Rua Olegário Rabelo, nº 455, Bairro Brasília, Arcos/MG

VEJA TAMBÉM

Obituário

FALECIDO EM: 22/06/2022
Sueli Maria Rodrigues
FALECIDO EM: 21/06/2022
Catarina Pereira de Oliveira
FALECIDO EM: 21/06/2022
Carmem Silva Leal
FALECIDO EM: 21/06/2022
Lúcia Teixeira Veloso
FALECIDO EM: 20/06/2022
Cláudio Rosa
FALECIDO EM: 19/06/2022
Maria Aparecida Gonçalves Amaral