Notícia

Desfile cultural demonstra valor e riqueza da nossa negritude

Dança, capoeira, manifestações religiosas e MUITO ORGULHO da cor da pele! Assim, o Dia da Consciência Negra foi celebrado em Arcos


Compartilhe:

Se no passado os negros eram trancafiados em senzalas, hoje, eles estão nas ruas, gritando aos quatro cantos o quão orgulhosos são pela cor da pele que têm. E, ontem (22), um desfile cultural levou dezenas de pessoas para o centro da cidade, onde elas mostraram que o TOM que importa não é o preto ou branco, e sim, o TOM do respeito e da igualdade.


O Desfile Cultural em celebração ao Dia da Consciência Negra era para ter sido promovido na semana passada, mas por causa da chuva, ele precisou ser adiado para ontem.


O atraso não comprometeu em nada a beleza e importância da celebração. Homens, mulheres, adultos e crianças tiveram a oportunidade de expressar a rica cultura negra, seja por meio da dança, a capoeira ou as manifestações religiosas, a exemplo da congada.


O desfile foi organizado pela Casa de Cultura, onde ocorreu a concentração. De lá, os participantes andaram pelas principais ruas de Arcos, chamando a atenção das pessoas.
Em uma rede social, a fotógrafa Mislaine Mendonça disse que quando viu o cortejo, a filha dela, quis acompanhar o grupo. “E fomos. Descendo a avenida, ela tentando acompanhar os passos, onde foi recebida de braços abertos pelas crianças e pelos professores”.

COMENTÁRIOS