• 21/04/2024
19 Setembro 2021 às 00h55
Atualizada em 19/09/2021 às 00h55
Fonte de Informação: Geraldo Ló.

Um Grande Benfeitor Arcoense - “Geraldo Berto”

Geraldo Ló.

Em 1966, aos 14 anos, quando fui para Belo Horizonte, senti como um arcoense ausente, ou um peixe fora d'água numa capital enorme e totalmente desconhecida por um jovem interiorano. 


Mas a acolhida pelos meus conterrâneos, principalmente por eu ser menor de idade foi surpreendente; e dentre estes conterrâneos não me esqueço do então empresário do ramo de construção civil Geraldo Berto. Pessoa de coração arrebatador, um vicentino apostólico e temente a Deus, que por muitas vezes me trouxe ou me levou de carona, em sua caminhonete, gesto que ficou gravado em minha memória.
Este empresário, com a aquiescência dos Vicentinos de Arcos, construiu, administrou e doou para nossa cidade o asilo “Pousada dos Berto“.


Em minha geração, este fato que presenciei, foi único, pois ele não sendo político, não ocupando cargo público, não recebendo um tostão de salário, é inédito em nossa cidade hoje em dia.


Fiz uma visita a este ilustre arcoense que me mostrou e demonstrou sua generosidade inigualável, e talvez pouco reconhecida, e como gratidão levei a ele uma réplica do monumento “Eu Amo Arcos“, para que juntos possamos torcer para que um dia, um prefeito reconheça o valor destes arcoenses que mudam daqui, mas não se esquecem de sua cidade. 


Por isso, solicito mais uma vez que nosso monumento “Eu Amo Arcos“ seja colocado numa praça pública, para que juntos possamos declarar este amor a nossa cidade natal.


Geraldo Ló.

Colunista
Geraldo Ló

VEJA TAMBÉM

Oito dos nove vereadores mudam de partido antes das eleições municipais

Com o fim da janela partidária, aberta entre os dias 7 de março e 5 de abril deste ano, oito dos nove vereadores de Arcos trocaram de partido político. A única exceção é a vereadora Kátia Mateus, que se mantém no PL.

15h36 18 Abril 2024