Notícia

Arcos 19 Maio 2021 Por CÂMARA ARCOS

VEREADORES CUMPREM AGENDA NO DNIT - SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL BOM DESPACHO

Objetivo da viagem foi levar ao órgão do Governo Federal uma série de reivindicações relativas à BR 354


Compartilhe:

Na manhã desta terça-feira (18 de maio), o presidente da Câmara Municipal de Arcos, Ronaldo Ribeiro, e os vereadores Carlos Antônio da Silva e João Paulo Ferreira visitaram a Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) na cidade de Bom Despacho. O objetivo da missão foi reivindicar melhorias para a BR 354, mais especificamente entre os quilômetros 473 e 476 (trecho que corta a cidade), objetivando dotar o local de mais segurança e fluidez no tráfego intenso.

 

Os vereadores foram recepcionados pelo executivo da empresa, Rogério Chaves Molina, que acompanhou atentamente a demanda apresentada pelos edis, se prontificando em estudar as solicitações de iniciativas pontuais no referido trecho, tais como implantação de semáforos e redutores de velocidade, além de estratégias para minimizar os congestionamentos, em horários de pico, em pontos como Pulo do Gato, próximo à PUC e ao Posto Teixeirinha. Vale destacar que esses três locais são responsáveis pela maior retenção de veículos leves e pesados, e onde se verifica grande número de acidentes, inclusive fatais, como o ocorrido na semana passada.

 

Compromisso

Rogério Molina reconheceu a gravidade da situação na BR 354, e prometeu se empenhar junto à diretoria do DNIT para uma solução a curto e médio prazos capaz de resolver de vez o que chamou de “zonas urbanas de estrangulamento de trânsito”. Junte-se a isso a existência da linha férrea que corta a cidade, causando também impacto direto na retenção de veículos e transeuntes, principalmente nos períodos de realização de manobras das composições. É bom lembrar que o pátio de manobras da rede ferroviária está localizado bem próximo à BR 354, o que causa enorme transtorno à fluidez do tráfego de quem precisa se deslocar sentido bairros-centro e vice-versa.


Elaboração de projetos

Segundo o executivo do DNIT, obras paliativas servem apenas para minimizar o problema, que já vem se arrastando há décadas, mas jamais terão impacto direto positivo naquela região da cidade. “A Administração Municipal, a Câmara de vereadores, a iniciativa privada, todos juntos precisam discutir a questão de forma definitiva, e o mais rápido possível. Talvez até mesmo uma audiência pública, envolvendo inclusive o Ministério Público, seja extremamente salutar para que um projeto robusto e definitivo seja construído e apresentado para a nossa diretoria, em Brasília”.

 

Empenho

Os vereadores Ronaldo Ribeiro, João Paulo e Carlos Antônio, em nome dos demais representantes do Legislativo Municipal, se disponibilizaram em buscar parcerias para que o tal projeto de revitalização seja enfim executado e apreciado pelos órgãos competentes. De acordo com Ronaldo Ribeiro, a cidade não pode mais esperar por uma obra tão imprescindível e aguardada. Para ele, o povo de Arcos não merece conviver com uma realidade tão incômoda, um cenário tão caótico quanto perigoso, que tem ceifado vidas ou deixado sequelas permanentes em quem desafia o trânsito de veículos pesados na rodovia. “A Câmara Municipal será parceira desse projeto de revitalização, e esperamos que a sociedade, as empresas e o Executivo Municipal caminhem do mesmo lado. Só assim poderemos transformar um antigo sonho em realidade”, ponderou.

 

COMENTÁRIOS