Notícia

Saiba Mais 28 Julho 2020 Por Jornal Cidade

Superintendente da Caixa tira dúvidas sobre Auxílio Emergencial

O benefício foi concedido pelo Governo Federal no início da pandemia da Covid-19 e já está na sua 4ª parcela.


Compartilhe:

   Muitas dúvidas permeiam os possíveis e beneficiários do Auxílio Emergencial. Para ajudar esse público, o Jornal Cidade conversou com o Superintendente da Caixa, Emerson Leal Rocha.

 

Leia a entrevista na íntegra:

 

Como funciona o novo calendário de pagamento do Auxílio Emergencial?

 

   O novo calendário para pagamento do Auxílio Emergencial está organizado em ciclos e é escalonado de acordo com o mês de aniversário do beneficiário do Auxílio Emergencial.

 

   O objetivo da divulgação desse novo calendário foi simplificar o entendimento por parte dos beneficiários de quando receber. Agora, independentemente da parcela que está sendo paga, seja a segunda, a terceira, a quarta ou a quinta parcela, todos os beneficiários recebem no mesmo dia, de acordo com o seu mês de nascimento.

 

   Por exemplo, os nascidos em janeiro tiveram os créditos disponibilizados em sua poupança digital no 22/07 e já podem movimentar os recursos através do aplicativo CAIXA Tem.

 

   O calendário para saque em espécie é específico e pode ser consultado no site do auxílio: auxílio.caixa.gov.br.

 

Nesse novo calendário, o valor do Auxílio Emergencial estará disponível para saque ou somente pelo aplicativo ?

 

   O calendário para saque também está escalonado de acordo com o mês de nascimento, mas ele é específico e tem datas diferentes.

 

   Então, o recurso primeiro é disponibilizado na poupança digital e pode ser movimentado através do aplicativo CAIXA Tem. E num segundo momento, alguns dias, algumas semanas depois é disponibilizada a opção de saque.

 

   Durante esse interstício entre a disponibilização e o saque, o cidadão pode fazer várias transações no aplicativo CAIXA Tem. Pode pagar contas, pode utilizar o cartão de débito virtual e também pode fazer compras em lojas físicas nas maquininhas que são habilitadas para o CAIXA Tem.

 

Quem teve a conta bloqueada, o que deve fazer?

 

   A Caixa realiza alguns monitoramentos e eventualmente pode fazer bloqueios de contas para verificação de informações. O beneficiário deve seguir as orientações do aplicativo CAIXA Tem.

 

   Ou ele enviará os documentos de forma digital para a validação do seu cadastro, ou ele será encaminhado, de acordo com o calendário específico que o CAIXA Tem apresenta, para uma das nossas unidades, onde um dos nossos empregados fará a atualização cadastral e a verificação da consistência dos dados. Feito esse atendimento, ou digital ou presencialmente, após aproximadamente quinze minutos, o aplicativo CAIXA Tem e a conta, estará desbloqueada para a movimentação.

 

Quem teve o Auxílio Emergencial negado, pode recorrer?

 

  O prazo final para novas solicitações do Auxílio Emergencial findou-se em 02/07/2020.

 

   Porém, tanto o site quanto o aplicativo CAIXA Auxílio Emergencial continuam disponíveis. Lá, o cidadão consegue acompanhar as suas solicitações, consegue obter informações sobre o pagamento das parcelas e, se eventualmente, for possível realizar uma contestação, tanto o site quanto o aplicativo também dão essa opção.

 

   Quais os canais de consulta da situação do cidadão? Precisa comparecer à agência?

 

   O cidadão pode consultar as informações sobre o Auxílio Emergencial no site auxílio.caixa.gov.br, pelo aplicativo CAIXA Auxílio Emergencial ou pode buscar informações através da nossa central telefônica de número 111, não sendo necessário comparecer presencialmente em uma das nossas unidades.

COMENTÁRIOS

Veja outras notícias