Notícia

Região 15 Julho 2020 Por PCMG

Polícia Civil prende cinco homens em operação de repressão ao furto de gado

Trabalho investigativo aponta que os investigados se organizavam como executores, transportadores, financiadores e mentores da associação criminosa


Compartilhe:

  Com o objetivo de desarticular e prender os integrantes de uma associação criminosa responsável por furtos de bovinos, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou, nesta quarta-feira (15), a operação “Rei do Gado”. A ação resultou na prisão de cinco investigados e no cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão nos municípios de Iguatama, Bambuí, São Sebastião do Oeste e Divinópolis, no Centro-Oeste mineiro. As equipes recuperaram 83 animais e apreenderam seis veículos. 

 

   As investigações realizadas pelas Delegacias de Polícia Civil em Arcos e Iguatama tiveram início após o registro de cinco ocorrências na região. No total, 88 cabeças de gado foram furtadas entre agosto e novembro do ano passado. Segundo apurado, para o cometimento dos delitos, os investigados se organizavam como executores, transportadores, financiadores e mentores da associação criminosa.

 

    O Delegado responsável pelas investigações, Patrick Carvalho, explica como o grupo agia: “Os investigados já tinham informação prévia da propriedade alvo do furto e suas rotinas, além dos animais a serem subtraídos, e também conheciam bem as estradas rurais que iriam percorrer. Durante a noite, aproveitando-se da fase da lua para facilitar a iluminação, recolhiam o gado e combinavam com um integrante de organizar o transporte e a GTA (Guia de Trânsito Animal), documento necessário para o transporte de gado. Posteriormente, comercializavam com frigoríficos ou produtores rurais para o abate e dividiam o valor auferido”.

 

   Segundo o Delegado, os suspeitos presos na operação serão indiciados pelos crimes de furto qualificado, associação criminosa, adulteração de veículos e falsificação de documento público. Os investigados foram conduzidos à delegacia e, após a conclusão dos procedimentos, encaminhados ao Sistema Prisional.

 

   O Chefe do 7º Departamento de Polícia Civil, Delegado Flávio Destro, destaca que a operação desenvolvida integra as ações desempenhadas pela força-tarefa de combate aos crimes de abigeato na região Centro-Oeste, criada no fim do ano passado. “Aqueles que tiveram seus gados furtados devem procurar a Delegacia de Polícia Civil mais próxima para o registro da ocorrência”, reforça.

 

   Foram empenhados na operação dez viaturas e 37 policiais civis lotados nas delegacias de Arcos, Iguatama, Bambuí, Itapecerica, Formiga, Carmo do Cajuru e Divinópolis.

COMENTÁRIOS

Veja outras notícias