Notícia

Duas tentativas de homicídios são registradas pela Polícia Militar em Formiga

A Polícia Militar levantou suspeitos quais foram repassados para a Polícia Civil para investigação


Compartilhe:

Foto: Foto ilustrativa

    Ontem (05) no bairro Tino Pereira em Formiga, dois homens chegaram em uma motocicleta Honda CG estando um armado com arma de fogo, chegaram e realizaram vários disparos de arma de fogo contra a vítima, um adolescente do sexo masculino de 16 anos de idade, a vitima foi alvo de cinco tiros.

 

     Após os disparos os autores fugiram e a vítima foi socorrida pelo SAMU, em estado estável e consciente. O adolescente possui diversas passagens entre elas envolvimento com o tráfico de drogas e crimes contra o patrimônio. 

 

     No mesmo dia, mais tarde no bairro Rosário, um homem de 44 anos estava na porta do seu bar, quando uma motocicleta Honda, com dois homens, estando um com arma de fogo em mãos, aproximaram e efetuaram um disparo contra a vítima vindo a acertá-la.

 

     O homem de 44 anos correu para dentro do seu bar, tendo um dos autores o acompanhado e efetuando mais disparos contra a vitima vindo a acertá-la novamente, totalizando quatro perfurações. Os autores tomaram rumo ignorado.

 

      Após os disparos, a vitima foi socorrida por populares para a Santa Casa de Caridade de Formiga, onde se encontra internada em estado estável. A vítima não possui passagens por crime. 

 

    Nos crimes acima elencados a Polícia Militar levantou os suspeitos, sendo os dados repassados para a Polícia Civil para investigação. 

 

A POLÍCIA MILITAR ORIENTA A TODOS QUE TENHAM ALGUMA INFORMAÇÃO, QUE POSSAM AJUDAR A ELUCIDAR OS CRIMES, REALIZAREM A DENÚNCIA VIA 181, O SEU SIGILO É ABSOLUTO. 

DISQUE 181 

 

O que é? 

 

    Serviço destinado ao recebimento de informações dos cidadãos sobre crimes de que tenham conhecimento e possam auxiliar o trabalho policial. No Disque Denúncia 181 a identidade do denunciante e denunciado é preservada. 

 

     Para denunciar, basta ligar, gratuitamente, para o número 181. O Disque Denúncia funciona com uma central de atendimento unificada, formada por profissionais treinados e capacitados que trabalham em regime de 24 horas para atender à população. Cada denúncia registrada é encaminhada para uma equipe de analistas composta por um integrante da Polícia Civil, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. 

 

      A partir daí, a denúncia é analisada e classificada de acordo com a unidade operacional das três corporações que irá adotar as providências necessárias para resolver o caso. As informações sobre o andamento das investigações serão disponibilizadas ao denunciante na própria central de atendimento. 

 

      O informante não precisará se identificar e sua ligação será mantida em sigilo absoluto. O denunciante receberá uma senha para acompanhamento da investigação e, depois de um prazo mínimo de 3 (três) meses, poderá solicitar, pelo mesmo número, informações sobre o andamento das investigações. 

 

      O Disque Denúncia recebe todo tipo de informe sobre crimes, tais como assalto, tráfico de drogas, arrombamento, porte ilegal de armas, sequestro, atividades ilícitas, foragidos ou procurados pela Polícia que estejam escondidos em algum local. 

 

      Também são objeto do Disque Denúncia os relatos sobre desvio de conduta de policiais. Após serem registrados no 181, as denúncias são encaminhadas para às corregedorias das corporações policiais e de bombeiros. Os mesmos relatos também podem ser dirigidos à Ouvidoria Geral do Estado de Minas Gerais. 

 

       O foco desse serviço é o atendimento de denúncias anônimas que resultem em investigação e, não, de situações emergenciais. Nesses casos, podem-se acionar os números 190 (Polícia Militar), 193 (Corpo de Bombeiros) e 197 (Polícia Civil). 

COMENTÁRIOS

Veja outras notícias