Notícia

Fique por dentro do que aconteceu na reunião do dia 27/02/19 na Câmara de Vereadores


Compartilhe:

    Na última quarta- feira (27) na reunião ordinária da câmara de vereadores de Arcos foi apresentada a indicação do Vereador João Paulo Teixeira Cunha, se referindo ao pedido dos moradores do bairro Calcita reivindicando a implantação de postes no quarteirão da Rua João Falco, local onde foi aberto vias e feito pavimentação, mas que não houve instalação de iluminação pública, prejudicando assim a segurança dos residentes da região.

 

   O vereador Hugo Romano Teixeira do Vale, leu o comunicado da COPASA sobre os novos serviços que serão prestados pela mesma, a empresa regulada pela ARSAE-MG (Agencia Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais) instalará por solicitação do consumidor, equipamentos eliminadores de ar na tubulação que antecede o hidrômetro do imóvel, as despesas e a instalação o próprio consumidor que irá arcar, ressaltando que o aparelho deverá possuir, obrigatoriamente, sistema de lacre, que impeça a sua retirada ou a desmontagem e garanta a sua inviolabilidade , interessados em adquirir a instalação deverão ir na sede da COPASA.

 

   Foi feita a leitura do pedido de renúncia do mandato do vereador Sr. Wirlei de Castro Alves eleito em 2016 para o cargo 2017-2020, alegando por motivos pessoais o desligamento do cargo, confira abaixo:  

 

Pedido de Renúncia

 

   Houve a apresentação de três ofícios sendo um da presidente do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Arcos, enviado pela Sra. Vitória Perpétua Veloso que solicitava o empréstimo do plenário da Câmara Municipal para reunião com o prefeito e servidores municipais para tratar do cumprimento salarial. O Executivo Municipal pediu para que fosse publicado o relatório de gestão fiscal no site da prefeitura e edital de convocação no diário oficial para demonstração do cumprimento de metas do terceiro quadrimestre 2018. Luiz Henrique Sabino Messias, o presidente da casa, apresentou o projeto de lei que consistia a colocação obrigatória de caixas receptoras para coleta de medicamentos vencidos ou não utilizados, no hospital municipal e em todas as unidades básicas de saúde.

 

   Na tribuna livre o ex vereador Sr. Geraldo Rodrigues Teixeira (Criolo) em pronunciamento sobre reforma trabalhista demonstrou sua indignação e citou que o trabalhador, aposentado e o comércio em geral vão ser prejudicados por falta de recursos e pediu apoio dos vereadores contra a aprovação da mudança alegando que afetaria negativamente a todos. Criolo é o líder do movimento em Arcos que abrange em todo o Brasil e luta em defesa de todos os trabalhadores, o projeto visa recolher 3 milhões de assinaturas para levar ao congresso, as folhas para rápido preenchimento estão disponíveis no sindicato de trabalhadores rurais de Arcos e no restaurante Casa da Vovó.

 

COMENTÁRIOS

Veja outras notícias