Centro Oeste / Arcos

Arcos recebe ajuda financeira para combate ao mosquito transmissor da dengue

Valor de R$40 mil reais poderá ser usado, por exemplo, para aquisição de apoio para ações de mobilização, além de mutirões de limpeza de áreas prioritárias

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) destinou recentemente recursos financeiros a 200 municípios - através de duas Resoluções - com o montante total de R$8,38 milhões.  Com a destinação do incentivo de R$40mil, publicado no Diário Oficial por meio da Resolução SES/MG Nº 6.697, a Prefeitura de Arcos reforçará as ações de controle da dengue, zika e chikungunya. As atividades que poderão ser desenvolvidas são: contratação de agentes de controle de endemias, capacitações para profissionais na assistência hospitalar, confecção e reprodução de material gráfico informativo, aquisição de material de apoio para ações de mobilização, além de mutirões de limpeza de áreas prioritárias.

A SES-MG adotou como estratégia a destinação de recursos para os municípios com alta ou muito alta incidência de dengue, para que assim possa ser evitada a ocorrência de óbitos.

Para ter conseguido esse incentivo financeiro, cada município teve que assinar um Termo de Compromisso no Sistema de Gerenciamento de Resoluções Estaduais de Saúde (SiG-RES). A assinatura se fez necessária uma vez que as prefeituras precisam seguir orientações e normatizações na execução dos recursos financeiros.

O Governo de Arcos segue com toda atenção voltada para a questão da dengue. Novos levantamentos estão sendo feitos, os agentes estão a campo trabalhando de forma eficaz, e o setor responsável monitora todos os resultados, de todas as ações.

 

A prevenção é a única arma contra a doença

É fato e mais que sabido por todos que, a melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

E que isso não fique só no discurso. Tem que colocar em prática. Somente com a colaboração da população, será possível combater essa doença. Cada um fazendo a sua parte!

Mais fotos desta notícia

Tags Arcos

Veja também

Portal Arcos

jornalismo@portalarcos.com.br

(37)3405-1476

, 0,

Baixe Aplicativo do Portal Arcos