INFORME PUBLICITÁRIO / Informe Publicitário

Prostatectomia radical e o tratamento do câncer de próstata

O câncer de próstata é o tumor mais frequente no homem brasileiro, sendo as estimativas do INCA de 25.600 casos novos em 2002. Em 1999, foi responsável por 7.223 óbitos. Fatores genéticos hereditários, alterações em genes somáticos e hábitos alimentares estão relacionados ao desenvolvimento dessa neoplastia.

 

   A prostatectomia radical é o mais antigo e possivelmente o mais eficaz método de tratamento do câncer de próstata localizado. No entanto, essa operação causa muitas complicações, entre as quais a incontinência urinária é a mais aflitiva. Em muitos pacientes, a incontinência melhora em alguns dias, semanas, ou meses sem intervenção. Em uma pequena proporção de pacientes, isso não ocorre...

 

   O tratamento da incontinência após a cirurgia depende do seu mecanismo, da sua importância e do tempo pós-cirúrgico.

 

   Para os pacientes que tiveram perda urinária no pós-operatório, exercícios para a musculatura pélvica com biofeedback têm sido sugeridos para melhorar os sintomas e favorecer o sucesso dos exercícios para a muscula pélvica em pacientes com incontinência após aprostatectomia.

 

   Importante assinalar que a reeducação do assoalho pélvico com trabalho da cinesioterapia para fortalecimento do músculo elevador do ânus dever ser considerada como a primeira opção no tratamento da incontinência urinária pós- prostatectomia radical.

 

   Procure um fisioterapeuta especialista

 

Marina Rezende - CREFITO 4/263379-F

Fisioterapia Pélvica

Obstetrícia

Drenagem Linfática

Barras de Access

 

Endereço: Rua 25 de Dezembro, nº 652- Centro- MEDCLIN

Telefone: (37) 98834-7585/ 3351-3330

E-mail: marinarezendesilva@yahoo.com.br

Veja também

Portal Arcos

jornalismo@portalarcos.com.br

(37)3405-1476

, 0,

Baixe Aplicativo do Portal Arcos