Centro Oeste / Divinópolis

Capacitação em atendimento a múltiplas vítimas integra profissionais do SAMU Oeste e Corpo de Bombeiros

   Foi realizada nos dias 09 e 10 de abril, no Espaço para Eventos Vitória Cândida, em Divinópolis, uma capacitação em atendimento a múltiplas vítimas especial para profissionais do SAMU e Corpo de Bombeiros Militar da região. Mais de quinhentas pessoas participaram dos dois dias do evento que contou com parte teórica e prática. Três palestras com temas relacionados ao atendimento de ocorrências que envolvem múltiplas foram ministradas.

 

   A primeira foi com a Major do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, Karla Lessa, que ficou conhecida mundialmente após pilotar com muita destreza e fazer manobras precisas no cenário de destruição que assolou a cidade de Brumadinho em 25 de janeiro, quando a mina Córrego do Feijão se rompeu. Ela falou da importância de um bom planejamento e contou um pouco de suas experiências profissionais.

 

   A segunda palestra foi sobre o método START (Simple Triage and Rapid Treatment), um processo de triagem de vítimas simplificado e tratamento rápido. Ficou a cargo do médico cirurgião geral, diretor técnico da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Divinópolis, e também diretor técnico do SAMU, Marco Aurélio Lobão.

 

   O terceiro tema da parte teórica foi o Sistema de Comando em Operações (SCO) lecionado pelo Tenente Henrique Joaquim, que há vinte anos integra o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais e atualmente coordena o Centro de Operações Bombeiro Militar, no Centro de Atendimento e Despacho na cidade de Divinópolis.

 

   Nos dois dias uma simulação foi realizada na parte da tarde. Os figurantes de um acidente de trânsito provocado por um motorista que teve uma crise convulsiva no volante e invadiu uma feira, atropelando público e feirantes, são estudantes dos últimos períodos do curso de medicina da Universidade de Itaúna. Trinta e sete alunos foram caracterizados por quatro maquiadores da região, conceituados em figuração. Um trabalho integrado de resgate e atendimentos das vítimas foi realizado por equipes do Corpo de Bombeiros e SAMU considerando o método START, que deve ser utilizado em acidentes que envolvem mais pessoas.

 

   Após a simulação foi realizado o “the briefing”, um bate papo com os participantes da simulação para comentar a atuação com intuito de aperfeiçoar os atendimentos.

 

    Para a estudante do 11º período de medicina, Laura Santos, o treinamento proporcionou uma experiência muito importante tanto para os profissionais que atuam no SAMU e Corpo de Bombeiros, quanto para os alunos. “Esse evento nos ajudou a ter consciência do quanto temos que ter empatia e ser assertivos com os pacientes. Deu pra sentir bastante o que nos espera”, ressalt

Veja também

Portal Arcos

jornalismo@portalarcos.com.br

(37)3405-1476

, 0,

Baixe Aplicativo do Portal Arcos