Geral / Artigos

Placa Bacteriana e Tártaro

 A placa bacteriana é uma camada gelatinosa, no princípio invisível, que fica aderida na superfície dos dentes. Ela deve ser removida com a escova e o fio dental.

 

            Essa placa não sendo removida da superfície dos dentes vai se mineralizar e formar o que chamamos de tártaro. Aí a situação se complica. Enquanto a placa você mesmo consegue remover com a escova e o fio dental, o tártaro, infelizmente, você não vai conseguir retirar do dente e só o dentista com seus instrumentos próprios conseguirá removê-lo.

 

           Se o indivíduo não procurar recursos nessa fase, ou seja, não remover o tártaro dos seus dentes, o estágio seguinte da doença será bem mais grave. O que antes era uma gengivite, ou seja, uma inflamação da gengiva, agora evoluiu para uma periodontite, que quer dizer uma inflamação ao redor do dente. (Peri = ao redor; odonto = dente; ite = inflamação).

 

            Enquanto estava numa gengivite, a situação era reversível; voltaria ao normal com uma higienização bem feita. Depois que evoluiu para uma periodontite, a situação já é bem mais grave e será necessário a intervenção de um periodontista, que é o dentista especialista em gengiva.

 

            Nessa fase, praticamente em todos os casos, haverá necessidade de se fazer cirurgia. Os dentes vão amolecendo gradativamente e se a pessoa não procurar logo o periodontista, os dentes poderão cair, um a um, até o indivíduo ficar sem um dente na boca.

 

            Procure esclarecimentos junto ao seu dentista, informe-se melhor sobre a situação de sua boca, pois tudo isso pode ser prevenido. Essa doença, além de causar todos esses problemas, ainda trás outro fator desagradável para a pessoa, que é o mau hálito. Nesse estágio da doença, a gengiva sangra com muita facilidade.

 

            Quando sua gengiva se apresentar com sangramento por qualquer motivo, vá imediatamente ao seu dentista, pois pode estar iniciando um processo patológico nessa região. A gengiva, em seu estado normal, não sangra. Para distinguirmos uma gengiva sadia de uma doente é muito fácil e vão aqui algumas dicas.

 

            A gengiva sadia normalmente se apresenta com uma coloração rosada, ela é firme ao dente, não sangra com facilidade e nela contém uns pontinhos semelhante ao que aparece na casca da laranja.

 

            Ao contrário, uma gengiva doente sangra ao menor toque, às vezes no simples ato da escovação e fio dental, ela já está sangrando. Ela fica com um aspecto vermelho arroxeado e muito lisa, sem aqueles pontinhos característicos da gengiva sadia.

 

 

 

                        Dr. José Donizetti Vieira

Cirurgião – Dentista

CROMG: 9475

Especialista em Odontologia Restauradora e Preventiva

Rua Donato Rocha, 346 – Centro - Arcos (MG)

Fone: (37) 3351-1086

 

Dr. José Donizetti Vieira

Cirurgião – Dentista
CROMG: 9475
Especialista em Odontologia Restauradora e Preventiva
Rua Donato Rocha, 346 – Centro - Arcos (MG)
Fone: (37) 3351-1086

×
As informações e as opiniões expressas nexte texto são de responsabilidade do autor, devidamente identificado acima. Não expressam o pensamento do Portal Arcos e de seus colaboradores.

Mais fotos desta notícia

Tags .

Veja também

Portal Arcos

jornalismo@portalarcos.com.br

(37)3405-1476

Av. Governador Valadares, 263, Centro

Baixe Aplicativo do Portal Arcos