Centro Oeste / Arcos

Médico Especialista do Hospital Eduardo de Menezes conduz palestra de orientações de condutas clínicas de tratamento da Dengue

Profissionais da área de saúde de Arcos e região participaram da atividade realizada na Casa de Cultura

Na última segunda-feira (14), na Casa de Cultura, o médico Guilherme Luís Milanez, Especialista em Infectologia da Secretaria Estadual de Saúde (SES) e também trabalha no Hospital Eduardo Menezes, em Belo Horizonte, proferiu uma palestra para os profissionais da área de Saúde de Arcos e região, com orientações importantes sobre condutas clínicas efetivas no tratamento adequado de pacientes suspeitos de Dengue.

 

Médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem de Arcos, Bambuí, Córrego Fundo, Divinópolis, Iguatama, Japaraíba e Lagoa da Prata acompanharam atentamente todas as informações fornecidas a respeito dos procedimentos clínicos específicos para o melhor desempenho curativo de pacientes sintomáticos da doença e como proceder aos protocolos de atendimento estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

 

Para o doutor e diretor Técnico do Corpo Clínico do Hospital São José, Stanley R. A. Correia, a capacitação veio de encontro para o entendimento de protocolos de saúde específico para o tratamento desta doença. “Tivemos aqui uma atualização de novas diretrizes e protocolos do Ministério da Saúde o que irá gerar um padrão de igualdade de atendimento, amenizando a possibilidade de complicações e agraves de pacientes”, ressaltou.

 

A enfermeira da Unidade Provisória de Hidratação do Hospital São José, Maria de Lourdes Fonseca Pimentel, também ressaltou que este foi um momento de esclarecimentos técnicos e práticos de condutas clínicas. “A palestra nos trouxe informações novas de condutas adequadas de tratamento e de identificação do quadro clínico e do direcionamento correto de transferência de pacientes que requerem mais cuidados, além de outros esclarecimentos importantes”, destacou.

 

De acordo com o médico da SES e do Hospital Eduardo de Menezes, Guilherme Luís Milanez, se o profissional de saúde entender todos os procedimentos clínicos, a identificação da doença se dará mais rápida e com as medidas curativas apropriadas possibilitará a melhora do paciente. “É sempre importante o profissional de saúde estar atento e atualizado frente a esta epidemia, porque são quadros clínicos diversos, então o paciente pode ter vários sintomas, entre eles febre, dores no corpo, abdominal e nos olhos, vômito. Que são sintomas inespecíficos e ele têm que estar atento para conseguir detectar que é um caso suspeito de Dengue e começar instituir as medidas de prevenção, com hidratação oral, acompanhamento e realização de exames, quando necessário. Isso que vai impactar na sobre vida do paciente e da melhora rápida do quadro clínico”, enfatizou.

 

Conheça o perfil profissional do Médico Guilherme Milanez

Mestrado em Infectologia e Medicina Tropical

 

2012 - 2014

Universidade Federal de Minas Gerais

Especialização - Residência médica

 

2006 - 2009

Hospital Eduardo de Menezes - FHEMIG

Residência médica em infectologia

 

 

Mais fotos desta notícia

Tags .

Veja também

Portal Arcos

jornalismo@portalarcos.com.br

(37)3405-1476

, 0,

Baixe Aplicativo do Portal Arcos