Brasil / Minas Gerais

Copasa apresenta ações de preservação ambiental e discute a realidade hídrica com 140 municípios mineiros

Empresa promoverá o II Encontro do Pró-Mananciais, com Colmeias e especialistas

Cerca de 140 municípios mineiros irão participar da 2ª edição do Encontro do Pró-Mananciais, promovido pela Copasa para discutir as ações desenvolvidas para preservação dos cursos d’água utilizados para o abastecimento público em Minas Gerais.

O evento, que será realizado entre 4 e 6 de dezembro, no Ouro Minas Palace Hotel, em Belo Horizonte, contará com palestras de especialistas em políticas públicas e educação ambiental, além de 420 integrantes dos Coletivos Locais de Meio Ambiente (Colmeias) de todas as regiões do Estado. Também será apresentado um balanço das ações desenvolvidas em 2018 e o planejamento para 2019 do programa.

A presidente da Copasa, Sinara Meireles, fará a abertura oficial, com a presença do diretor geral da Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae-MG), Gustavo Gastão Cardoso; da diretora geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Marília Carvalho de Melo, e do presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Glênio Martins, entre outros.

Na oportunidade, o pesquisador de Estudos e Políticas Regionais, Urbanas e Ambientais do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) Gesmar Rosa, ministrará uma palestra e um bate-papo sobre o significado do Pró-Mananciais no contexto ambiental mundial e local, contextualizando a iniciativa com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Nos dias 05 e 06/12, os participantes do evento irão discutir os resultados e desafios da mobilização da comunidade e na preservação dos mananciais de Minas, em 2018. Essas experiências serão compartilhadas e servirão de subsidio na elaboração do plano de ação para 2019.

 

Pró Mananciais

Desde a sua criação pela Copasa, em dezembro de 2016, o Pró-Mananciais busca mobilizar a comunidade e parceiros estratégicos no cuidado para proteger e recuperar os cursos d’água. Atualmente já está presente em 140 municípios em que a Companhia detém a concessão dos serviços.

Aprovado pela Arsae-MG, o programa segue a mesma metodologia da iniciativa socioambiental “Cultivando Água Boa”, do Governo do Estado de Minas Gerais, coordenado pelo Igam. O Pró-Manancias conta com recursos da ordem de R$ 20 milhões anuais, da Copasa, que são aplicados em ações de cercamento de nascentes, plantio de árvores, construção de bacias de contenção de água de chuvas, dentre outras. 

O trabalho é realizado pelos Colmeias, formado por representantes das prefeituras e outras entidades governamentais e privadas responsáveis pelo planejamento e o desenvolvimento das ações que tem como diretriz a responsabilidade compartilhada e a participação social, mobilizando atores e parceiros na busca de soluções para preservação das microbacias. 

Além das ações de sensibilização, mobilização e educação ambiental, o programa valoriza o conhecimento e a experiência das comunidades para construir coletivamente o sentimento de pertencimento da população à microbacia de região na qual está inserida e o consequente engajamento na defesa das águas.

 

 

Tags .

Veja também

Portal Arcos

jornalismo@portalarcos.com.br

(37)3405-1476

, 0,

Baixe Aplicativo do Portal Arcos