Centro Oeste / Arcos

TJMG inaugura Centro Judiciário de Solução de Conflitos em Arcos

Foto: Karoline Pedrosa

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) inaugura nesta sexta-feira, dia 28 de setembro, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da comarca de Arcos. Estiveram presentes: a 3ª vice-presidente do TJMG, Mariangela Meyer e a juíza diretora do foro e coordenador do Cejusc, Juliana de Almeida Teixeira Goulart. e o prefeito de Arcos, Denilson Francisco Teixeira, além de outra autoridades do judiciário, do legislativo e executivo.

A 3ª vice-presidente do TJMG, Mariangela Meyer disse que este centro representa um grande avanço nas conciliações e no atendimento ao cidadão. Veja a entrevista:

A coordenadora do Cejusc, Juliana de Almeida Teixeira Goulart falou que o centro não deve ser ecarado somente como uma forma de diminuir o número de precessos e sim como um meio de resolver os conflitos através do concenso, onde as partes cedem em benefício da mediação. Veja a entrevista>

O Prefeito Denilson anunciou a aquisição de um terreno, que a prefeitura vai ceder ao Tribunal para a construção de uma nova sede para o Fórum. A Desembargadora e os juizes receberam com muita suspresa e alegria esta notícia. Acompanhe a entrevista.

Na última quarta-feira (26), durante entrevista concedida ao Jornalista Jaime Pedrosa, a Juiza da Comarca de Arcos, DRa. Karen Cristina Lavoura Lima, já dizia que o TJMG tem a programação para construir novos Fóruns, em várias cidades do Estado e entre estas cidades, Arcos seria contemplada.

Cejusc

O Cejusc possui um setor de cidadania no qual são apresentadas informações sobre os locais onde o problema poderá ser resolvido e orientações sobre a conciliação e a mediação.
 
No setor pré-processual são marcadas sessões de conciliação e mediação, antes que haja um processo na justiça. Os conflitos são resolvidos de modo informal, gratuito e por meio de acordo de questões que não sejam objeto de ação em curso na Justiça.
 
No setor processual são feitas audiências de conciliação e mediação em processos em andamento.
Podem ser solucionadas questões como dívidas, descumprimento de obrigações, devolução de objetos emprestados, desvio de esgoto para o terreno do vizinho e conflitos com vizinhos, entre outros.

Mais fotos desta notícia

Tags Arcos

Veja também

Portal Arcos

jornalismo@portalarcos.com.br

(37)3405-1476

, 0,

Baixe Aplicativo do Portal Arcos