Sul de Minas / Sul de Minas

Caminhão desgovernado quase provoca tragédia em Alpinópolis

Foto: Folha da Manhã

Na noite da última segunda-feira, 13, um caminhão bi-trem carregado de soja e sem motorista desceu desgovernado pela rua Pará, no bairro Mundo Novo, em Alpinópolis, quase provocando uma tragédia. A sorte foi que um policial militar fazia uma abordagem no local e viu quando o caminhão começou a andar sozinho. Mesmo com o veículo já em movimento ele conseguiu entrar na cabine e desviou o caminhão, que só parou depois de atingir um alambrado e bater contra o portão de um barracão. 

 
Para algumas das testemunhas que presenciaram o acidente, a tragédia poderia ter sido muito maior se o militar, cabo Diego Castro da Silva, não tivesse conseguido entrar no caminhão e desviá-lo, pois haviam várias pessoas logo abaixo na rua, que poderiam ter sido atropeladas. 
 
De acordo com o boletim de ocorrências registrado pela PM, apenas o militar sofreu algumas escoriações nos braços e mãos, em virtude do acidente, mas sem maior gravidade. O cabo Silva relatou que ao perceber que o veículo – um Sinotruk Howo, cor prata, com placas de Araguari (MG), acoplado a duas carretas – estava descendo a via sem nenhum condutor e cada vez ganhando mais velocidade, ele correu em direção à carreta, conseguiu entrar na cabine e acionou os freios, porém os mesmos não funcionaram.
 
Percebendo que o caminhão não iria parar e que havia várias pessoas à frente do veículo, sua única opção foi jogar o veículo à direita, onde havia o alambrando de um depósito de pedras na tentativa de pará-lo. Após se chocar contra a cerca a carreta bi-trem ainda andou por alguns metros e só parou depois de bar contra o portão de um barracão existente ao lado do depósito. 
 
Com a batida, parte da carga ficou espalhada pela via pública e o caminhão parcialmente danificado. O militar foi encaminhado ao Pronto-Socorro de Alpinópolis por conta dos ferimentos sofridos no acidente.
 
Pneus carecas 
Ainda de acordo com a PM, tanto os pneus do caminhão como os do reboque estavam lisos (carecas) e ainda faltavam dois no primeiro eixo de um dos reboques. Testemunhas também relatam que antes de descer o veículo soltou alguns estalos.
 
O motorista do veículo A.J.S., 48 anos, contou que havia acabado de estacionar o caminhão no local, pois tinha intenção de ir em uma borracharia nas proximidades. Ele disse que desceu do caminhão apenas para beber água em um posto de combustíveis nas proximidades e quando viu o veículo já estava descendo sozinho.
 
O proprietário das carretas também compareceu ao local e ficou de providenciar a remoção, tanto dos veículo quanto da carga. O delegado de plantão dispensou a presença da perícia técnica no local, uma vez que não houve vítimas graves.

Veja também

Portal Arcos

jornalismo@portalarcos.com.br

(37)3405-1476

Av. Governador Valadares, 263, Centro

Baixe Aplicativo do Portal Arcos